Contato: (67) 98186-1999 - Mande um whats!
Home | Notícias | Fotos | Vídeos | Anúncie | Contato

Terça-feira, 25 de Setembro de 2018





Tribunal de Contas sai em defesa de seu conselheiro, preso pela Polícia Federal
Márcio Monteiro é acusado de emitir notas frias para legalizar propinas


13 de Setembro de 2018 - 16:11           principal  |  imprimir - Enviar Materia

 

Tribunal de Contas sai em defesa de seu conselheiro, preso pela Polícia Federal

 
 
O presidente do Tribunal de Contas de Mato Grosso do Sul (TCE/MS), Waldir Neves Barbosa, saiu em defesa de seu colega, Márcio Monteiro, conselheiro da mesma corte. Em nota oficial da instituição, assinada por ele, Neves afirmou: “O TCE/MS confia na retidão e no caráter do seu membro e, ao mesmo tempo, deposita integral confiança na Justiça para que os fatos sejam devidamente esclarecidos”.

Márcio Monteiro, conselheiro do TCE desde o ano passado, mas também ex-secretário de Fazenda, ex-deputado federal e estadual, e ex-prefeito de Jardim, foi preso pela Polícia Federal na última quarta-feira (12) na Operação Vostok.

Ele integra esquema de emissão de notas frias para legalizar propina paga pelo frigorífico JBS, a um grupo com vários integrantes, como por exemplo, o governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB). 

Conforme a Polícia Federal, Monteiro teria transferido R$ 333,2 mil em benefício do governador em 2016. Ele teria sido um dos pecuaristas emissores de notas fiscais frias. Todo o esquema de propina por meio de benefícios fiscais ao grupo JBS, causou um prejuízo de R$ 209 milhões aos cofres públicos. 

“Segundo noticiado, a prisão se deu por motivos relacionados à vida particular do Conselheiro, na condição de produtor rural, e não guarda qualquer vinculação com sua atuação funcional no exercício do cargo que ocupa junto a esta Corte de Contas, sendo tais fatos, inclusive, anteriores a sua posse no Tribunal”, afirmou Waldir Neves.

O Tribunal de Contas informou que as atividades da corte prosseguirão normalmente, mesmo com seu conselheiro atrás das grades.

“Ressaltamos que esta Corte de Contas segue com suas atividades regulares, em estrito cumprimento ao que dispõem as Constituições Federal e Estadual, sua Lei Orgânica e seu Regimento Interno, sem prejuízo para a gestão pública e para a sociedade na efetivação do controle externo”.

Correio do Estado










Plantão

.
25/09/2018 - 13:57   Obras de pavimentação da Rua Largo da Saudade em Itaporã estão em plena execução
25/09/2018 - 09:48   Prefeito Marcos Pacco assina termo de cooperação com Energisa, sobre manejo de arborização
25/09/2018 - 09:46   Ação de saúde na BR-163/MS acontece quarta (26)
25/09/2018 - 09:29   Gol carregado com 161 kg de maconha é apreendido em Dourados
25/09/2018 - 09:28   Pacientes terão acesso a informações sobre médicos credenciados
25/09/2018 - 09:01   Vereador solicita patrolamento, cascalhamento e caixas de contenção no Bandeirantes
25/09/2018 - 08:25   MPE proíbe eventos em local tradicional na Capital
25/09/2018 - 08:21   Homem invade residência e estupra menina de 12 anos
25/09/2018 - 08:13   Polícia encontra bilhete com “mula” e fecha entreposto de drogas no Estrela Porã
25/09/2018 - 08:00   Paola Antonini: ´minha autoestima melhorou depois que perdi a perna´
25/09/2018 - 07:50   Cidadão pode participar de decisões da Justiça como Jurado Voluntário
25/09/2018 - 07:40   Toffoli sanciona lei que amplia licença paternidade nas Forças Armadas
25/09/2018 - 07:30   Direção trava e condutor fica ferido ao colidir carro em rampa de caminhão
25/09/2018 - 07:20   Juiz anula decisão sobre patente de remédio para hepatite C
25/09/2018 - 07:10   ´MasterChef Profissionais´ terá mais uma ´Caixa Misteriosa´ nesta terça
25/09/2018 - 07:00   Três Projetos de Lei serão votados durante Ordem do Dia desta terça-feira
24/09/2018 - 19:46   Temer vai procurar sucessor para fazer reforma da Previdência este ano
24/09/2018 - 15:54   Com Ação Global ESF Copacabana comemora dois anos de atividades em Itaporã
24/09/2018 - 15:46   CCR MSVia informa que objeto na pista é ocorrência comum na BR-163/MS
24/09/2018 - 15:45   Semana de Execução termina com R$ 2,3 milhões pagos aos trabalhadores em MS
 
 


















Itapora Agora - Onde a Noticia Acontece

(67) 98186-1999 - Mande um whats!