Contato: (67) 98186-1999 - Mande um whats!
Home | Notícias | Fotos | Vídeos | Anúncie | Contato

Segunda-feira, 15 de Outubro de 2018





Suspeito de participação na morte de Marielle vai para outro presídio



15 de Maio de 2018 - 10:59           principal  |  imprimir - Enviar Materia

 
A 5ª Vara Criminal da Capital, no Rio de Janeiro, autorizou ontem (14) a transferência do ex-policial militar Orlando Oliveira de Araújo, conhecido com Orlando Curicica, para um presídio federal de segurança máxima. A medida foi solicitada pelo Ministério Público Estadual.

Curicica está preso provisoriamente no sistema penitenciário do Estado do Rio por porte ilegal de arma de fogo e de munição de uso restrito. Ele também já foi condenado por roubo circunstanciado e responde a processos por pertencimento a organização criminosa e homicídio qualificado. Caberá ao Departamento Penitenciário Nacional (Depen) indicar o presídio federal para onde ele será encaminhado.

Alegações do Ministério Público

O MP alegou, em seu pedido, que a transferência “é de grande relevância para o interesse da segurança pública, visando inibir a atuação do preso e coibir eventuais associações criminosas, bem como quaisquer outras práticas que atentem contra o Estado e a população”.

De acordo com a Justiça, Curicica é apontado como principal líder do grupo criminoso conhecido como Milícia de Jacarepaguá. Ele também é investigado como um dos mandantes do assassinato da vereadora Marielle Franco, morta em 14 de março deste ano, junto com o vereador carioca Marcello Siciliano (PHS).

Apesar de a Polícia Civil não falar sobre o caso, a informação de que os dois são investigados foi confirmada pelo ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann. Tanto Curicica quanto Siciliano negam participação no crime.










Plantão

.
14/10/2018 - 18:05   Jovem é preso após furtar residência
14/10/2018 - 17:53   Criança Feliz completa 2 anos com mais de 300 mil visitas
14/10/2018 - 17:51   Violência contra mulheres impede acesso a serviços de HIV, diz ativista
14/10/2018 - 17:48   Identificados gentes que tornam a cana-de-açúcar mais resistente à seca
14/10/2018 - 17:27   Banco inicia serviço de transações financeiras por WhatsApp
14/10/2018 - 17:25   Revisão no ensino médio prevê ao menos duas formações para estudantes
14/10/2018 - 17:19   ONU alerta para retrocessos na eliminação da pena de morte no mundo
14/10/2018 - 16:54   Encerra hoje o prazo de inscrição para concurso do IFMS
14/10/2018 - 16:34   Marielle Franco será homenageada no Carnaval 2019
14/10/2018 - 16:20   Semana Nacional de Ciência e Tecnologia será nas aldeias Bororó e Jaguapiru
14/10/2018 - 15:33   PMA autua três por pesca ilegal no rio Pardo e Anhanduí
14/10/2018 - 14:25   Conab prevê safra recorde em 2018/19, com soja e milho liderando
14/10/2018 - 13:15   Em Campo Grande Jovem é baleado ao sair de boate
14/10/2018 - 11:45   Alto Comissariado da ONU condena violência durante eleições no Brasil
14/10/2018 - 11:30   Jovem é executado a tiros na frente da esposa
14/10/2018 - 10:45   Secretário-geral da FIBA morre após sofrer ataque cardíaco
14/10/2018 - 10:45   Manufaturados perdem participação nas exportações em 2018
14/10/2018 - 10:40   Ciclista sofre atropelamento e fica em estado gravíssimo
14/10/2018 - 09:15   Motorista colide de frente com carreta e morre
14/10/2018 - 08:42   Candidato agora só pode ser preso em flagrante
 
 


















Itapora Agora - Onde a Noticia Acontece

(67) 98186-1999 - Mande um whats!