Home | Notícias | Fotos | Vídeos | Anúncie | Contato

Domingo, 17 de Dezembro de 2017





Sérgio Cabral deve ficar duas décadas preso em regime fechado
Ex-governador é acusado por corrupção e lavagem de dinheiro


16 de Junho de 2017 - 11:16           principal  |  imprimir - Enviar Materia

 

Sérgio Cabral deve ficar duas décadas preso em regime fechado

 
 
Preso desde novembro do ano passado, o ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral (PMDB), tem se revelado imbatível em quebrar recordes.

Nenhum político brasileiro tornou-se alvo de tantas ações penais (ele cravou dez) na operação Lava-Jato. Até agora também não apareceu ninguém que teve o próprio bolso tão generosamente irrigado pelo propinoduto — os procuradores recuperaram mais de 300 milhões de reais em quinze contas no exterior que, embora em nome de doleiros, são de Cabral.

Na última terça 13, ele deu mais um passo em direção ao topo do ranking da vergonha. O juiz Sérgio Moro o condenou a 14 anos e dois meses de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

“Ainda tem muita coisa para vir por aí”, antecipou a VEJA um procurador envolvido nas investigações no Rio de Janeiro. O desenrolar de novos fios do engenhoso esquema de corrupção fluminense aponta para contratos selados entre o governo e empresas de comunicação e prestadores de serviços nas áreas de saúde e educação.

Com base nas dez denúncias oferecidas pelo Ministério Público Federal, VEJA ouviu advogados criminalistas e procuradores para projetar o futuro penal do ex-governador, que de róseo não tem nada. Se mantida a dosimetria média adotada pelo juiz paranaense nos demais casos, Cabral seria condenado a 140 anos de prisão e só poderia tentar progressão para o regime semiaberto ou até aberto depois de 23 anos de cadeia.










Plantão

.
17/12/2017 - 17:50   Filha é acusada de manter mãe doente trancada em casa e sem comida
17/12/2017 - 12:12   Com fronteira tranquila, eleição movimenta 4,5 milhões de paraguaios
17/12/2017 - 12:08   Alvo de 5 mandados de prisão no Paraná é flagrado com carro roubado
17/12/2017 - 11:57   Presas serram cadeado e fogem de celas de delegacia no interior
17/12/2017 - 10:14   Maracaju: Polícia Militar fecha boca de fumo e apreende adolescente infrator em flagrante por tráfico de drogas
17/12/2017 - 10:07   PMR apreende veículo com 224 kg de maconha entre Nova Andradina e Batayporã
17/12/2017 - 10:05   Homem embriagado agride esposa com socos em Sidrolândia
17/12/2017 - 10:03   Polícia descobre bunker de droga em MS com capacidade de até 6 toneladas
17/12/2017 - 09:56   Pistoleiros executam dois a tiros na fronteira
16/12/2017 - 15:45   Incentivos fiscais oferecidos pelo Governo são convalidados
16/12/2017 - 15:40   Detran abre 50 vagas para instrutor de trânsito em Campo Grande
16/12/2017 - 15:30   Homem é encontrado morto deitado no sofá de casa e sem as partes íntimas
16/12/2017 - 15:18   "Terá punição", diz Alckmin sobre tucanos contrários à Previdência
16/12/2017 - 15:18   Um mês após sumiço de submarino, cai comandante da Marinha argentina
16/12/2017 - 15:14   Débitos do FlexPark poderão ser pagos via aplicativo
16/12/2017 - 14:31   Divulgado o resultado parcial das eleições da presidência do Crea-MS
16/12/2017 - 14:24   Tradição e inovação misturam-se em casamento coletivo na Capital
16/12/2017 - 14:22   Moro, PF e procuradores mentem e são dignos de pena, diz Lula
16/12/2017 - 13:22   Cirurgião narra como conheceu Lispector e inspirou narrador de ´A Hora da Estrela´
16/12/2017 - 13:20   São Paulo aceita Lucca, mas proposta do Cruzeiro ainda não agrada
 
 


















Itapora Agora - Onde a Noticia Acontece

(67) 8171-8561 - Mande um whats!