Home | Notícias | Fotos | Vídeos | Anúncie | Contato

Quarta-feira, 17 de Janeiro de 2018





Sejusp responde a notificação e garante reparos em pelotão
Há mais de um ano 4º Pelotão da Polícia Militar está sem telhado


11 de Janeiro de 2018 - 16:00           principal  |  imprimir - Enviar Materia

 

Sejusp responde a notificação e garante reparos em pelotão

 
 
A Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública de Mato Grosso do Sul (Sejusp), em resposta a notificação que o governo recebeu na manhã de hoje (11), declarou que as obras do 4º Pelotão de Polícia Militar, em Camapuã, já foram licitadas e a ordem de início está autorizada. De acordo com a contrapartida da Sejusp, a previsão é que até o fim da próxima semana a empresa inicie os reparos necessários na infraestrutura da unidade.

A Associação e Centro Social de Policiais Militares e Bombeiros Militares de Mato Grosso do Sul (ACS) notificou os órgãos competentes e pediram a interdição do pelotão. A entidade entende que o governador, Reinaldo Azambuja (PSDB), seja notificado a sanar o problema em até 24 horas sob pena de multa diária de R$ 50 mil. A unidade está sem telhado há quase um ano e os policiais são obrigados a improvisarem lonas pretas para se protegerem das chuvas.

Apesar do anúncio de mais de R$ 90 milhões investidos nos últimos três anos na segurança em Mato Grosso do Sul, as corporações ainda lidam com o descaso por parte do governo do Estado. De acordo com o presidente da entidade, Edmar Soares da Silva, o ex-secretário de Justiça e Segurança Pública, José Carlos Barbosa, tomou ciência do fato pessoalmente e prometeu solucionar o problema no ano passado. 

Uma equipe do setor de projetos da Sejusp chegou a vistoriar a unidade, porém, nada foi feito até o momento. “É uma vergonha a Polícia Militar ser exposta a tais condições de trabalho”, criticou Edmar, em ofícios encaminhados à Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Defesa Civil e Ministério Público Estadual, solicitando a interdição do pelotão.

“Se passaram mais de 300 dias e absolutamente nada foi feito para resolver a questão. Nesta temporada de chuvas, os policiais sobem todos os dias no telhado para improvisar as lonas. Isso quando conseguem essas lonas”, finalizou.










Plantão

.
17/01/2018 - 14:35   Depois de passar por MS, homem morre em SP com suspeita de febre amarela
17/01/2018 - 13:52   Itaporã fecha exercício 2017 com R$ 3,0 milhões a menos que 2016.
17/01/2018 - 12:00   Ottoni se matou com a mesma arma que assassinou Halley com três tiros
17/01/2018 - 11:40   Motorista avança preferencial, bate em outra caminhonete que atinge muro
17/01/2018 - 11:20   Motociclista morre depois de se envolver em acidente com ônibus
17/01/2018 - 10:54   Funsat oferece mais de 200 vagas com salário de até R$ 2 mil
17/01/2018 - 10:44   Acidente entre Voyage e Palio deixa três pessoas feridas na BR-163
17/01/2018 - 10:00   MS terá mais cinco aparelhos de radioterapia para tratar câncer pelo SUS
17/01/2018 - 09:50   Motorista desvia de tamanduá e capota caminhão com tijolos em rodovia
17/01/2018 - 09:40   Promotoria pede na Justiça afastamento de prefeito de Ribas do Rio Pardo do cargo
17/01/2018 - 09:20   Pré-custeio da safra 2018/19 deve chegar a R$ 12 bilhões
17/01/2018 - 09:00   Setor de mineração reage e movimenta R$ 1 bilhão em MS
17/01/2018 - 08:40   Rose diz que missão como vice foi cumprida; meta, agora, é Brasília
17/01/2018 - 08:20   Marun admite que ainda não tem votos suficientes para a reforma da Previdência
17/01/2018 - 08:00   Condenação de vereador chega na Câmara, mas presidente ainda não teve acesso
17/01/2018 - 07:40   Processo seletivo do Vale Universidade oferecerá 550 vagas em MS
17/01/2018 - 07:00   Homem é assassinado com cinco tiros enquanto caminhava por bairro
16/01/2018 - 15:22   APAE comprova desvio de mais R$ 20 mil, mas falta identificar R$ 300 mil do leilão
16/01/2018 - 15:06   Acusado de feminicídio em Três Lagoas é encontrado morto em SP
16/01/2018 - 15:04   Queen e Tina Turner estão na lista de homenageados do Grammy este ano
 
 


















Itapora Agora - Onde a Noticia Acontece

(67) 8171-8561 - Mande um whats!