Home | Notícias | Fotos | Vídeos | Anúncie | Contato

Domingo, 22 de Abril de 2018





Pecuarista que armazenava embalagens e agrotóxicos de forma ilegal é autuado pela PMA
Ele também foi multado em R$ 30 mil


13 de Abril de 2018 - 14:20           principal  |  imprimir - Enviar Materia

 

Pecuarista que armazenava embalagens e agrotóxicos de forma ilegal é autuado pela PMA

 
 
R$ 30 mil. Esse é o valor da multa que a Polícia Militar Ambiental aplicou num pecuarista em Nova Andradina, que segundo informações, armazenava de forma irregular embalagens e agrotóxicos, e ainda um tanque com derramamento de material combustível.

A fiscalização aconteceu na manhã de hoje (13).

De acordo com a PMA, as embalagens e agrotóxicos constituídos de tambores plásticos, caixas e sacolas estavam dentro de um barracão sem proteção do solo, sendo que havia também agrotóxico derramado. Outra parte estava pelo chão em volta do barracão e em uma caçamba, tudo com riscos de contaminação do solo, pessoas e animais.

No local não havia rótulos de risco, bem como livre acesso de pessoas e animais ao local onde estava o produto perigoso. A destinação das embalagens dos produtos perigosos contrariava as normas técnicas e a legislação ambiental, bem como a bula dos próprios produtos.

Nas imediações do depósito dos agrotóxicos, os Policiais localizaram um taque para armazenamento de material combustível, do qual havia vazado grande quantidade de óleo queimado, com contaminação do solo. Além disso, o fazendeiro funcionava um pequeno posto com uma bomba de abastecimento, fora das normas técnicas e sem a licença ambiental.



O proprietário da fazenda, de 3 anos, residente em São Paulo, foi notificado a tomar as providências para a destinação adequada dos produtos e resíduos perigosos, conforme determina a legislação e para remoção dos produtos combustíveis no solo e legalização do posto de abastecimento.

Ele também poderá responder por crime ambiental de armazenar, guardar, ter em depósito ou usar produto ou substância tóxica, perigosa ou nociva à saúde humana ou ao meio ambiente, em desacordo com as exigências estabelecidas em leis ou nos seus regulamentos.  

A pena para o crime é de um a quatro anos de reclusão.










Plantão

.
22/04/2018 - 09:10   Vereadora Lourdes Struziati agradece Governador e Prefeito pelas obras no município
21/04/2018 - 20:17   Paratleta de MS conquista medalhas de ouro em competição nacional
21/04/2018 - 20:13   Indicações ao prêmio Troféu Marco Verde continuam abertas
21/04/2018 - 20:12   Faltam poucos dias para fim do prazo de entrega da declaração do IRPF. Tire suas dúvidas
21/04/2018 - 20:08   Paulista é preso com maconha, skunk e haxixe na rodoviária
21/04/2018 - 20:06   Ministério Público libera Morenão até o fim do Brasileirão
21/04/2018 - 15:54   O itaporanense José Calderan Bordin é o novo Presidente do Sindicato Rural de Caracol.
21/04/2018 - 11:39   NAVIRAI: Advogada morre de H3N2 ao dar entrada em hospital
21/04/2018 - 10:50   TJMS será inspecionado pela Corregedoria Nacional de Justiça na próxima semana
21/04/2018 - 10:47   Plantas comestíveis exóticas chamam atenção em feira de Dourados
21/04/2018 - 10:37   Caminhonete com família capota, esposa é arremessada e morre no local
21/04/2018 - 10:36   Índia aprova decreto que prevê pena de morte para estupro de menores de 12 anos
21/04/2018 - 10:35   Vizinho aproveita saída do pai e estupra menina de 11 anos em Dourados
21/04/2018 - 10:14   Grêmio negocia empréstimo de atacante da base ao Paysandu
21/04/2018 - 10:13   Embriagado, jovem chama policial de ´vagabundo´ e é preso por desacato
21/04/2018 - 10:10   Motociclista invade pista contrária e morre em acidente na MS-473
21/04/2018 - 09:29   Paraguai espera conclusão da rodovia Transchaco até 2020
21/04/2018 - 09:23   Carro de luxo furtado em São Paulo é recuperado em Água Clara
21/04/2018 - 09:20   Pavimentação em rodovia não avança e contrato pode ser rescindido
21/04/2018 - 09:04   Aposta do Distrito Federal fatura sozinha R$ 9,3 milhões da Mega-Sena
 
 


















Itapora Agora - Onde a Noticia Acontece

(67) 8171-8561 - Mande um whats!