Contato: (67) 98186-1999 - Mande um whats!
Home | Notícias | Fotos | Vídeos | Anúncie | Contato

Terça-feira, 17 de Julho de 2018





Pecuarista que armazenava embalagens e agrotóxicos de forma ilegal é autuado pela PMA
Ele também foi multado em R$ 30 mil


13 de Abril de 2018 - 14:20           principal  |  imprimir - Enviar Materia

 

Pecuarista que armazenava embalagens e agrotóxicos de forma ilegal é autuado pela PMA

 
 
R$ 30 mil. Esse é o valor da multa que a Polícia Militar Ambiental aplicou num pecuarista em Nova Andradina, que segundo informações, armazenava de forma irregular embalagens e agrotóxicos, e ainda um tanque com derramamento de material combustível.

A fiscalização aconteceu na manhã de hoje (13).

De acordo com a PMA, as embalagens e agrotóxicos constituídos de tambores plásticos, caixas e sacolas estavam dentro de um barracão sem proteção do solo, sendo que havia também agrotóxico derramado. Outra parte estava pelo chão em volta do barracão e em uma caçamba, tudo com riscos de contaminação do solo, pessoas e animais.

No local não havia rótulos de risco, bem como livre acesso de pessoas e animais ao local onde estava o produto perigoso. A destinação das embalagens dos produtos perigosos contrariava as normas técnicas e a legislação ambiental, bem como a bula dos próprios produtos.

Nas imediações do depósito dos agrotóxicos, os Policiais localizaram um taque para armazenamento de material combustível, do qual havia vazado grande quantidade de óleo queimado, com contaminação do solo. Além disso, o fazendeiro funcionava um pequeno posto com uma bomba de abastecimento, fora das normas técnicas e sem a licença ambiental.



O proprietário da fazenda, de 3 anos, residente em São Paulo, foi notificado a tomar as providências para a destinação adequada dos produtos e resíduos perigosos, conforme determina a legislação e para remoção dos produtos combustíveis no solo e legalização do posto de abastecimento.

Ele também poderá responder por crime ambiental de armazenar, guardar, ter em depósito ou usar produto ou substância tóxica, perigosa ou nociva à saúde humana ou ao meio ambiente, em desacordo com as exigências estabelecidas em leis ou nos seus regulamentos.  

A pena para o crime é de um a quatro anos de reclusão.










Plantão

.
16/07/2018 - 15:00   Fronteira: Assaltantes em veículos brasileiros roubam carro forte no Paraguai
16/07/2018 - 14:56   São Gabriel do Oeste: Rifle, munições e facas são apreendidas e caçador é preso
16/07/2018 - 14:55   Suspensa resolução da ANS sobre coparticipação em planos de saúde
16/07/2018 - 14:54   Em sua 5ª edição, Batalha de Bandas abre inscrições para bandas autorais
16/07/2018 - 14:42   PMA leva conscientização ambiental durante a Feira Indígena
16/07/2018 - 14:40   Facção tentou contratar ´Lúcifer´ para matar inimigo em presídio
16/07/2018 - 14:39   Banco estatal alcança 76,8 milhões de contas poupança
16/07/2018 - 13:25   Diarista tem aparelho celular furtado enquanto fazia faxina em Itaporã
16/07/2018 - 11:57   Agentes Comunitárias de Saúde de Itaporã recebem festa em homenagens pelos 20 anos
16/07/2018 - 11:16   Menina de 11 anos é estuprada por primo após pais saírem para beber
16/07/2018 - 11:00   Morador de Rondonópolis é preso em Coronel Sapucaia com 17 kg de Maconha
16/07/2018 - 10:51   CCR MSVia informa os pontos de pare-e-siga na BR-163/MS
16/07/2018 - 10:48   Entra Vigor: Uso do eSocial passa a ser obrigatório para todas as empresas
16/07/2018 - 10:47   Consulta do saldo do PIS-Pasep com valor reajustado começa hoje
16/07/2018 - 10:45   Daniella Cicarelli exibe braços fortes e ganha elogios de seguidores
16/07/2018 - 10:44   Seleção francesa chega nesta manhã a Paris e será homenageada
16/07/2018 - 10:42   BUSCAS: Pai busca notícias sobre filho adolescente desaparecido
16/07/2018 - 10:40   Abevê realiza sorteio de veículo 0km no próximo sábado
16/07/2018 - 10:39   Pistoleiro invade residência e executa pedreiro
16/07/2018 - 10:37   Senado aprova lei de Marçal que garante tratamento das doenças raras pelo SUS
 
 


















Itapora Agora - Onde a Noticia Acontece

(67) 98186-1999 - Mande um whats!