Contato: (67) 98186-1999 - Mande um whats!
Home | Notícias | Fotos | Vídeos | Anúncie | Contato

Sábado, 15 de Dezembro de 2018





Negociação foi uma venda regular, defende advogada de pecuarista preso
Zelito Ribeiro, um dos 14 alvos da operação da PF, se entregou no fim da tarde de quarta-feira (dia 12)


13 de Setembro de 2018 - 10:12           principal  |  imprimir - Enviar Materia

 

Negociação foi uma venda regular, defende advogada de pecuarista preso

 
 
A advogada do pecuarista Zelito Ribeiro, que se entregou à PF (Polícia Federal) no fim da tarde de quinta-feira (dia 13), Andreia Flores, disse que o cliente tem todas as documentações que comprovam a comercialização de gado.

"A alegação que se faz é que houve um repasse e, a partir daí, lavagem de dinheiro. Apresentamos todos os extratos bancários, mostrando que o dinheiro não saiu da conta dele [Zelito] para eventual pagamento a Reinaldo [Azambuja, governador do Estado]".

A defesa afirma, ainda, que, desde 2017, quando vazou o conteúdo da delação dos donos da JBS, foram entregues documentos e respondidas todas as notificações da Receita Federal.

"A prisão é uma surpresa". A advogada afirma que Zelito é um cliente da JBS e que o Iagro fez um levantamento do gado dele, constatando que era compatível com a saída. "Foi uma comercialização de gado. Não sei se essa documentação chegou no inquérito, talvez essa seja a falha".

Ainda na sede da PF, o pecuarista vai prestar depoimentos nesta manhã.

Vostok - A operação é relativa ao inquérito que tramita no STJ (Superior Tribunal de Justiça) sobre as denúncias da J&F, controladora da JBS, de troca de incentivos fiscais por propinas em Mato Grosso do Sul.

Na planilha entregue na delação à operação Lava Jato, Wesley e Joesley Batista relataram que o modelo de pagamento por meio de Tares (Termos de Acordo de Regime Especial) surgiu ainda na gestão de Zeca do PT, foi mantida por André Puccinelli (MDB) e prosseguiu com Reinaldo Azambuja (PSDB).

Os delatores indicaram pagamentos por meio de notas frias ao atual governador, além da entrega de R$ 10 milhões em mãos. As notas do frigorífico Buriti foram emitidas entre 10 de março e 15 de julho de 2015, totalizando R$ 12.903.691,06.

Outros R$ 15.497.109,40 foram fornecidos por meio de notas falsas. Os emissores foram o pecuarista Elvio Rodrigues (R$ 7,6 milhões), Rubens Massahiro Matsuda (R$ 383 mil), Agropecuária Duas Irmãs Ltda (R$ 886 mil), o deputado estadual José Roberto Teixeira (R$ 1,6 milhão), Miltro Rodrigues Pereira (R$ 1 milhão).

Além de Zelito Alves Ribeiro (R$ 1,7 milhão), o ex-deputado estadual Osvane Aparecido Ramos (R$ 847 mil), Francisco Carlos Freire de Oliveira (R$ 583 mil), o ex-prefeito Nelson Cintra Ribeiro (R$ 296 mil); e o conselheiro do TCE (Tribunal de Contas do Estado), Márcio Monteiro (R$ 333 mil).










Plantão

.
15/12/2018 - 08:23   Tecnologia de plantio de hortaliças é tema de "Dia de Campo" amanhã
15/12/2018 - 08:22   Bebê abandonado por estudante brasileira está com família provisória
15/12/2018 - 08:20   MPT pede bloqueio das contas da Santa Casa para pagamento de salários
15/12/2018 - 08:16   Lula vira réu por lavagem de dinheiro em negócio na África
15/12/2018 - 08:14   DVD do Festival da Canção será lançado em congresso internacional
15/12/2018 - 08:12   Justiça mantém prisão de militar que usou veículo de motorista pagar agiota
15/12/2018 - 08:11   Matrículas da Reme seguem até o dia 13 de janeiro pela internet
15/12/2018 - 08:09   De biquíni, Bia e Bianca Feres fazem pose de ioga e brincam: "esquenta"
15/12/2018 - 08:04   Eleitos em 2018 são diplomados pelo TRE/MS
15/12/2018 - 08:01   Mega-Sena pode pagar R$ 42 milhões neste sábado
15/12/2018 - 07:59   Temer assina extradição de Cesare Battisti
14/12/2018 - 17:25   Pré-matrícula para veteranos da Uems vão de 21 de janeiro até 9 de fevereiro
14/12/2018 - 17:24   IFMS divulga resultado para ingresso em cursos técnicos integrados
14/12/2018 - 17:20   Homem é assassinado a facadas horas após sair da prisão
14/12/2018 - 16:33   Concurso para professores terá reforço na segurança, transporte e esquema especial de trânsito
14/12/2018 - 16:31   Casa é consumida pelo fogo e gestante perde todo o enxoval
14/12/2018 - 16:30   Defesa de João de Deus afirma não ter tido acesso a depoimentos
14/12/2018 - 16:30   Mega pode pagar prêmio de R$ 42 milhões amanhã
14/12/2018 - 16:29   Publicada Resolução que cria Centro de Memória da Assembleia Legislativa
14/12/2018 - 14:23   TRÁFICO Mulher é presa com cocaína em táxi na BR-262
 
 


















Itapora Agora - Onde a Noticia Acontece

(67) 98186-1999 - Mande um whats!