Contato: (67) 98186-1999 - Mande um whats!
Home | Notícias | Fotos | Vídeos | Anúncie | Contato

Segunda-feira, 25 de Junho de 2018





Mulher presa por tramar atentado contra promotor deixa prisão



13 de Junho de 2018 - 08:32           principal  |  imprimir - Enviar Materia

 

 
 

Depois de ficar um mês presa Maika Luzia Gomes Romão de Almeida, de 21 anos, deixou na manhã desta terça-feira, dia 12 de junho, o presidio feminino de Três Lagoas. 

A jovem foi detida depois de tramar o atentado contra o promotor que teria determinado que ela perdesse a guarda dos três filhos, todos menores de 3 anos, ainda no ano de 2015. Conforme o site JPNews, ela obteve liminar de soltura após habeas corpus impetrado pela defesa dela.

O caso

O Ministério Público acusou a jovem de mau comportamento diante dos filhos e a proibiu de chegar perto deles. As crianças foram levadas a Casa de Acolhimento no bairro Santos Dumont. A jovem também perdeu benefícios sociais. Uma das assistentes sociais chegou a registrar um boletim de ocorrência contra Maika por ameaça de morte, em 25 de julho de 2017.

Em janeiro deste ano, Maika acusou assistentes sociais de maus tratos aos filhos e postou em rede social, fotos de ferimentos, supostamente nas costas das crianças e afirmou que as imagens eram do início do ano de 2017. Um novo B.O. foi registrado contra ela, pela direção do Conselho Tutelar.

Em 26 de fevereiro de 2018, Maika, juntamente com o grupo Mães Unidas fizeram passeata no centro de Três Lagoas, em prol da jovem. No entanto, a prisão da mulher foi motivada depois que próprios familiares da jovem teriam informado que ela “e pessoas de elevada periculosidade" estariam tramando um atentado contra um membro do Ministério Público e seus parentes, justamente pela decisão da justiça de que seus filhos fossem encaminhados a um abrigo.











Plantão

.
25/06/2018 - 13:25   PM preso em operação da PF tinha mais de 20 anos de atuação na corporação
25/06/2018 - 12:01   Goleiro brasileiro morre após ser atropelado por ônibus em Recife
25/06/2018 - 11:59   Operações da CCR MSVia auxiliam execução de obras e serviços na BR-163/MS
25/06/2018 - 11:19   Ney Bulla (PSD) apresenta projeto de lei excluindo a cobrança da taxa mínima na conta d´água
25/06/2018 - 11:12   Mato Grosso do Sul tem amplo potencial para transformação de biomassa em energia
25/06/2018 - 11:10   Petrobras poderá negociar até 70% em áreas de cessão onerosa do pré-sal
25/06/2018 - 11:08   Projeto garante realização de drenagem linfática pelo SUS
25/06/2018 - 11:05   Após fuga, motorista capota carro carregado com drogas
25/06/2018 - 11:03   Ícaro rejeita Luzia: ´Você não é minha mãe, nem nunca vai ser!´
25/06/2018 - 11:03   Dólar abre a semana em baixa de 0,32%
25/06/2018 - 11:01   Sete de Setembro e Operário atropelam na estreia da competição
25/06/2018 - 10:59   Primeiro Hackathon Unigran envolveu 64 alunos de quatro cursos
25/06/2018 - 10:59   Angèlica: Câmara abre concurso com salários de até R$ 3 mil
25/06/2018 - 10:56   Jovem de 17 anos morre após ser atropelado por motorista bêbado
25/06/2018 - 10:55   PF mira família em MS que comandava tráfico para outros estados
25/06/2018 - 10:43   Faculdades do Senai da Capital e Dourados encerram dia 11 de julho inscrições do vestibular
25/06/2018 - 10:33   Adriano Martins volta a cobrar quebra-molas e iluminação pública em Avenida
24/06/2018 - 16:55   EUA dizem estar trabalhando para reunir 2.053 crianças imigrantes com suas famílias
24/06/2018 - 16:52   Homem tenta fuga, carro sai da pista e ele acaba preso com quase 0,5 t de droga
24/06/2018 - 16:41   Pré-candidato à presidência da República chega na Capital amanhã (25
 
 


















Itapora Agora - Onde a Noticia Acontece

(67) 98186-1999 - Mande um whats!