Contato: (67) 98186-1999 - Mande um whats!
Home | Notícias | Fotos | Vídeos | Anúncie | Contato

Sábado, 18 de Agosto de 2018





Mulher presa por tramar atentado contra promotor deixa prisão



13 de Junho de 2018 - 08:32           principal  |  imprimir - Enviar Materia

 

 
 

Depois de ficar um mês presa Maika Luzia Gomes Romão de Almeida, de 21 anos, deixou na manhã desta terça-feira, dia 12 de junho, o presidio feminino de Três Lagoas. 

A jovem foi detida depois de tramar o atentado contra o promotor que teria determinado que ela perdesse a guarda dos três filhos, todos menores de 3 anos, ainda no ano de 2015. Conforme o site JPNews, ela obteve liminar de soltura após habeas corpus impetrado pela defesa dela.

O caso

O Ministério Público acusou a jovem de mau comportamento diante dos filhos e a proibiu de chegar perto deles. As crianças foram levadas a Casa de Acolhimento no bairro Santos Dumont. A jovem também perdeu benefícios sociais. Uma das assistentes sociais chegou a registrar um boletim de ocorrência contra Maika por ameaça de morte, em 25 de julho de 2017.

Em janeiro deste ano, Maika acusou assistentes sociais de maus tratos aos filhos e postou em rede social, fotos de ferimentos, supostamente nas costas das crianças e afirmou que as imagens eram do início do ano de 2017. Um novo B.O. foi registrado contra ela, pela direção do Conselho Tutelar.

Em 26 de fevereiro de 2018, Maika, juntamente com o grupo Mães Unidas fizeram passeata no centro de Três Lagoas, em prol da jovem. No entanto, a prisão da mulher foi motivada depois que próprios familiares da jovem teriam informado que ela “e pessoas de elevada periculosidade" estariam tramando um atentado contra um membro do Ministério Público e seus parentes, justamente pela decisão da justiça de que seus filhos fossem encaminhados a um abrigo.











Plantão

.
18/08/2018 - 11:25   Itaporã 1490 crianças devem serem vacinadas contra poliomielite e Sarampo
18/08/2018 - 09:54   Mayra Cardi doa cachorro e é criticada na web: "Lixo de pessoa"
18/08/2018 - 09:53   Feira de Aprendizagem estimula abertura de vagas de emprego
18/08/2018 - 09:51   Delegado aguarda laudo para saber se bebê internado no HU foi agredido
18/08/2018 - 09:50   Bandidos invadem loja de departamento em shopping
18/08/2018 - 09:49   Justiça manda sindicato manter 2/3 de professores em sala sob pena de multa diária de R$ 50 mil
18/08/2018 - 09:48   Questionamentos à candidatura de Lula serão redistribuídos no TSE
18/08/2018 - 09:47   Motoboy paraguaio é executado em Ponta Porã
18/08/2018 - 09:46   MPE pede bloqueio de bens de ex-prefeito de Rio Brilhante
18/08/2018 - 09:44   PM apreende carga de cigarros e volume de apreensões bate recorde no ano
18/08/2018 - 09:44   Dólar sobe e termina a semana acima de R$ 3,90
18/08/2018 - 09:42   TSE nega novo pedido de Lula para participar de debate na TV
18/08/2018 - 09:41   Seguradora lança programa de emprego para beneficiários do DPVAT
18/08/2018 - 09:34   Acesso à MS-228 entre Lampião Aceso e MS-184 é liberado parcialmente
18/08/2018 - 09:33   Capacitação para quem atuará no Enem em MS acontece amanhã
18/08/2018 - 09:32   Comitê da ONU pede que Lula participe de eleição
18/08/2018 - 09:31   Realidade aumentada é alternativa para aumentar produtividade do trabalhador
18/08/2018 - 09:27   Cassems aparece no ranking das melhores e maiores empresa do Brasil pelo 10º ano consecutivo
18/08/2018 - 09:25   Giovanna Ewbank exibe bumbum e impressiona fãs com biquíni cavado
18/08/2018 - 09:24   Mega-Sena pode pagar prêmio de R$ 23 milhões
 
 


















Itapora Agora - Onde a Noticia Acontece

(67) 98186-1999 - Mande um whats!