Contato: (67) 98186-1999 - Mande um whats!
Home | Notícias | Fotos | Vídeos | Anúncie | Contato

Quarta-feira, 15 de Agosto de 2018





Mato Grosso do Sul deixou de produzir R$ 3,7 bi por conta de acidentes de trânsito
Valor corresponde ao que seria gerado pelo trabalho das vítimas


15 de Maio de 2018 - 10:45           principal  |  imprimir - Enviar Materia

 

Mato Grosso do Sul deixou de produzir R$ 3,7 bi por conta de acidentes de trânsito

 
 
Um estudo apontou que Mato Grosso do Sul deixou de produzir R$ 3,7 bilhões em 2017 por conta da violência no trânsito. Esse valor corresponde ao que seria gerado pelo trabalho das vítimas, caso não tivessem se acidentado. No ano passado, 625 pessoas morreram e outras 992 tiveram invalidez permanente no Estado, conforme o estatísticas do Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (Dpvat)

Conforme os cálculos do Centro de Pesquisa e Economia do Seguro (CPES), órgão da Escola Nacional de Seguros, que realizou o estudo, o valor deixado de produzir no Estado por conta dos acidentes representa 4,82% do Produto Interno Bruto (PIB) de Mato Grosso do Sul.

“O que mais chamou atenção é que o Brasil vinha de um período de queda dos indicadores de violência no trânsito. Mas, nesse último ano, os números dispararam, voltando ao cenário de 2015. E com características muito preocupantes: 90,5% das vítimas estão na fase economicamente ativa e mais de 74% dos acidentes envolvem motocicletas, fazendo com que 59% dos acidentados sejam os próprios condutores”, alerta a economista Natália Oliveira, do CPES, coordenadora do estudo.

O estudo aponta ainda um aumento expressivo do número de vítimas fatais e com invalidez permanente em Mato Grosso do Sul. De 991 em 2016 subiu para 1.617 no ano passado. Assim, o impacto total das perdas produtivas foi 63,2% maior no período.

Em todo o Brasil, a violência do trânsito provocou um impacto econômico de R$ 199 bilhões no ano passado, ou 3,04% do PIB nacional. As perdas correspondem a acidentes que mataram 41,1 mil pessoas e deixaram 42 mil com invalidez permanente no país. Na comparação com 2016, o impacto foi 35,5% maior.

Representando 27% da frota nacional de veículos, as motos são responsáveis pelo maior número de acidentes no Brasil e também de vítimas. Foram 285.662 sinistros no ano passado. Os homens respondem por 88% das indenizações por morte em acidentes com motocicletas. No caso de acidentes de motos que resultaram em sequelas permanentes, 79% das indenizações também foram para vítimas do sexo masculino.

“A motocicleta, que é a solução de muitos transtornos no trânsito e também o meio de transporte de classes menos favorecidas, está tirando de circulação uma boa parte da população economicamente ativa. Ainda não temos uma consciência para a utilização desse veículo. Faltam educação, fiscalização e respeito”, acrescenta Natália.

São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro lideram as estatísticas de perdas decorrentes dos acidentes de trânsito. O Centro-Oeste sofreu a maior perda em comparação com o PIB. O impacto da violência no trânsito consumiu 4,86% do PIB regional, seguido das regiões Nordeste (3,8%), Sul e Norte (3,4% cada).










Plantão

.
14/08/2018 - 15:36   Claudia Rodrigues revela tratamento a base de maconha e anuncia volta aos palcos
14/08/2018 - 15:26   Após 13 anos, polícia prende envolvido em assalto ao BC de Fortaleza
14/08/2018 - 15:25   TRF3 determina recadastramento e distribuição regular de cestas básicas a famílias indígenas de MS
14/08/2018 - 15:21   Homem é multado em R$ 1,2 mil após ter caminhão apreendido com madeira ilegal
14/08/2018 - 15:20   ELEIÇÕES 2018 Bolsonaro é o sétimo a registrar candidatura à Presidência
14/08/2018 - 14:19   Com a parceria governo federal e governo do estado, Itaporã é contemplado com motoniveladora.
14/08/2018 - 13:00   Após denúncia policia civil prende homem que matou idoso no Assentamento Eldorado
14/08/2018 - 12:59   Ney Bulla convida toda população para prestigiar o 2° Arraia Fest de Montese
14/08/2018 - 12:06   Guincho do Exército tomba durante resgate de blindado; veja vídeo
14/08/2018 - 12:03   ESTUDO: Seis em cada dez crianças no Brasil vivem na pobreza, diz Unicef
14/08/2018 - 12:02   Campo-grandense é classificado para fase teórica da OBR 2018
14/08/2018 - 12:01   Aposentados começam a receber este mês 1ª parcela do décimo terceiro
14/08/2018 - 11:58   Estudo aponta duas cidades fronteiriças de MS como as mais violentas
14/08/2018 - 11:52   Jovem morre após escopeta disparar acidentalmente
14/08/2018 - 10:20   Amôedo registra e já são seis candidatos à presidência oficializados no TSE
14/08/2018 - 10:00   Gestores cobram da União percentual fixo para gastos com saúde
14/08/2018 - 09:40   Beneficio: Cotistas de todas as idades podem sacar o PIS/Pasep a partir de hoje
14/08/2018 - 09:33   Deputados devem analisar quatro Projetos de Lei nesta terça-feira
14/08/2018 - 09:29   Marcelo Bluma e João Alfredo registram candidatura ao Governo de MS
14/08/2018 - 09:20   Clandestinidade: Veículos são autuados por transporte irregular de passageiros
 
 


















Itapora Agora - Onde a Noticia Acontece

(67) 98186-1999 - Mande um whats!