Contato: (67) 98186-1999 - Mande um whats!
Home | Notícias | Fotos | Vídeos | Anúncie | Contato

Terça-feira, 17 de Julho de 2018





MPF reafirma legitimidade para atuar em ações da operação



12 de Abril de 2018 - 18:03           principal  |  imprimir - Enviar Materia

 

MPF reafirma legitimidade para atuar em ações da operação

 
 
O Ministério Público Federal (MPF) em Mato Grosso do Sul manifestou-se em autos referentes à Operação Sangue Frio reafirmando sua legitimidade para atuar nos feitos. A Justiça Federal havia determinado que o órgão ministerial se manifestasse após decisão proferida pelo Tribunal de Contas da União (TCU) em Acórdão afirmando que não reconhecia atribuição para atuação da Corte nos fatos tratados na Ação Civil Pública (ACP).

Para o MPF, a sua atuação não é limitada aos casos julgados pelo TCU. Na ACP, a causa trata de interesse eminentemente federal por uma série de razões. Em relação à competência cível, pelas irregularidades detectadas pelo Departamento Nacional de Auditoria do Sistema Único de Saúde (DENASUS) na gestão de recursos federais repassados à Fundação Cármen Prudente (FCP), pelos prejuízos ao Erário identificados pelo Ministério da Saúde e cobrados da Fundação, pelas tentativas de embaraçar os trabalhos de fiscalização da Controladoria Geral da União (CGU), dentre outros motivos afirmados pela própria Advocacia da União. Quanto à competência criminal, a legislação exige a prática de infrações penais em detrimento de bens, serviços ou interesses da União para fixar a competência da Justiça Federal, o que efetivamente ocorreu.

Os fatos derivados da Operação Sangue Frio deram causa a diversas ações penais e civis públicas titularizadas pelo MPF. Na ação inaugural, tanto o Ministério Público do Estado do Mato Grosso do Sul quanto a União, esta por iniciativa própria, aparecem como litisconsortes do MPF, ou seja, corroboram as alegações do órgão ministerial. A União manifestou-se nos autos e demonstrou expressamente o interesse em permanecer no feito.

O MPF corroborou os argumentos da União e acrescentou que o TCU não é o único órgão federal encarregado de fiscalizar. Além disso, que não se pode vincular ao juízo do TCU a fixação da competência jurisdicional, seja cível ou penal. “Competência, e especificamente competência federal, é matéria constitucional. Para o MPF, retirar a causa do conhecimento deste Juízo Federal equivale, na prática, a conceder ao TCU a prerrogativa de fixar competência, impondo-se à Constituição da República”, pontuou o órgão.

Sangue Frio - A Operação Sangue Frio, deflagrada pela Polícia Federal e pela CGU em 2013, apurou diversas irregularidades ocorridas na Fundação Carmem Prudente de Mato Grosso do Sul (Hospital do Câncer), como: contratação de empresas prestadoras de serviço de propriedade dos diretores ou vinculados à família de Adalberto Siufi; contratação de familiares para ocupar funções responsáveis pelas finanças da fundação e para ocupar altos cargos; cobrança do Sistema Único de Saúde de procedimentos de alto custo após o óbito dos pacientes; e acordo com farmácia com indício de superfaturamento.










Plantão

.
16/07/2018 - 15:00   Fronteira: Assaltantes em veículos brasileiros roubam carro forte no Paraguai
16/07/2018 - 14:56   São Gabriel do Oeste: Rifle, munições e facas são apreendidas e caçador é preso
16/07/2018 - 14:55   Suspensa resolução da ANS sobre coparticipação em planos de saúde
16/07/2018 - 14:54   Em sua 5ª edição, Batalha de Bandas abre inscrições para bandas autorais
16/07/2018 - 14:42   PMA leva conscientização ambiental durante a Feira Indígena
16/07/2018 - 14:40   Facção tentou contratar ´Lúcifer´ para matar inimigo em presídio
16/07/2018 - 14:39   Banco estatal alcança 76,8 milhões de contas poupança
16/07/2018 - 13:25   Diarista tem aparelho celular furtado enquanto fazia faxina em Itaporã
16/07/2018 - 11:57   Agentes Comunitárias de Saúde de Itaporã recebem festa em homenagens pelos 20 anos
16/07/2018 - 11:16   Menina de 11 anos é estuprada por primo após pais saírem para beber
16/07/2018 - 11:00   Morador de Rondonópolis é preso em Coronel Sapucaia com 17 kg de Maconha
16/07/2018 - 10:51   CCR MSVia informa os pontos de pare-e-siga na BR-163/MS
16/07/2018 - 10:48   Entra Vigor: Uso do eSocial passa a ser obrigatório para todas as empresas
16/07/2018 - 10:47   Consulta do saldo do PIS-Pasep com valor reajustado começa hoje
16/07/2018 - 10:45   Daniella Cicarelli exibe braços fortes e ganha elogios de seguidores
16/07/2018 - 10:44   Seleção francesa chega nesta manhã a Paris e será homenageada
16/07/2018 - 10:42   BUSCAS: Pai busca notícias sobre filho adolescente desaparecido
16/07/2018 - 10:40   Abevê realiza sorteio de veículo 0km no próximo sábado
16/07/2018 - 10:39   Pistoleiro invade residência e executa pedreiro
16/07/2018 - 10:37   Senado aprova lei de Marçal que garante tratamento das doenças raras pelo SUS
 
 


















Itapora Agora - Onde a Noticia Acontece

(67) 98186-1999 - Mande um whats!