Contato: (67) 98186-1999 - Mande um whats!
Home | Notícias | Fotos | Vídeos | Anúncie | Contato

Terça-feira, 22 de Janeiro de 2019





Justiça determina empresa a realizar leitura periódica de padrões de energia
De acordo com a matéria do MPMS, se a empresa não cumprir, a multa será de R$ 10 mil pela não realização de cada serviço.


14 de Setembro de 2018 - 10:27           principal  |  imprimir - Enviar Materia

 

Justiça determina empresa a realizar leitura periódica de padrões de energia

 
 
O Juiz de Direito Marcel Henry Batista de Arruda acatou em parte, a Tutela de Urgência proposta pelo Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul, que determinava à companhia de energia do Estado, a realizar a leitura periódica dos medidores (padrões) dos consumidores. 

De acordo com a matéria do MPMS, se a empresa não cumprir, a multa será de R$ 10 mil pela não realização de cada serviço. 

A medida é tomada depois que a 25ª Promotoria de Justiça passou a investigar aumentos abusivos nas contas de energias.

Segundo consta no processo, a concessionária produzia o acúmulo de consumo, fazendo com que o usuário recebesse faturas com valores exorbitantes, e estes eram lançados de uma única vez nas faturas do mês posterior à leitura, como consumo daquele mês. 

O MP solicitou a concessão da Tutela de Urgência para cancelar as faturas dos clientes de Campo Grande que foram emitidas com acúmulo dos valores referentes à energia elétrica supostamente consumida durante o período em que se faturou por consumo médio, no prazo de 48 horas, estando vedada a cobrança de multa pelo inadimplemento desta fatura. 

Na Capital

Ainda de acordo com os autos, em Campo Grande, a população tem sido prejudicada com o fechamento de postos de atendimento. Outro fato apontado é de casos onde o consumidor é responsabilizado pela empresa por débitos de terceiros, ou seja, para requerer uma ligação/religação o consumidor é obrigado a quitar débitos de consumo de antigos moradores.

A multa

Em relação à aplicação da multa no valor de R$ 1 milhão por descumprimento, o MPMS solicitou entre outros: que a companhia se abstenha de fechar qualquer polo de atendimento presencial e a restabelecer no prazo de 30 dias, os atendimentos no bairro Moreninhas que encontra-se desativado.

Caso haja consumidores que estejam amparados por esta decisão e a concessionária não cumpra, poderão se dirigir até o Procon ou diretamente na 25ª Promotoria de Justiça.










Plantão

.
21/01/2019 - 08:08   Acidente envolvendo carro e moto deixa ferido em Itaporã
19/01/2019 - 08:02   Inflação na Capital fica abaixo da meta, mas habitação e alimentação pesaram
18/01/2019 - 11:02   Atenção motoristas: BR-163/MS passa por obras da CCR MSVia
10/01/2019 - 12:04   Sem concorrentes, Caravina deve permanecer no comando da Assomasul por mais 2 anos
09/01/2019 - 15:17   Trechos da BR-163/MS operam em pare-e-siga da CCR MSVia; saiba onde
09/01/2019 - 10:40   Só Itaporã e Porto Murtinho terão repasse maior neste ano
03/01/2019 - 11:06   Homem morre no HV após queda de moto na virada do ano
28/12/2018 - 14:21   Comércio de mercúrio será proibido a partir de 1º de janeiro
23/12/2018 - 06:57   Thammy Miranda e Andressa Ferreira farão inseminação nos EUA para ter bebê
23/12/2018 - 06:47   Suzane Richthofen é levada de volta à prisão após ser flagrada em festa
19/12/2018 - 10:15   Deputados devem votar 12 projetos na sessão ordinária desta quarta-feira
19/12/2018 - 10:14   MP quer fim de contratos com terceirizadas após identificar superfaturamento na Operação Pregão
19/12/2018 - 07:51   Ana Maria comete gafe ao mostrar inseto em prato no “Mais Você”
16/12/2018 - 12:07   Juros do cheque e empréstimo pessoal em 2018 foram menores que em 2017
16/12/2018 - 12:06   OAB recomenda que Poder público retome o controle das penitenciárias
04/12/2018 - 19:36   Pescadores são multados por pesca e transporte de pescado ilegal
04/12/2018 - 19:35   Bolsonaro pede apoio do MDB e fala em aprofundar reforma trabalhista
06/11/2018 - 10:01   Obras da CCR MSVia na BR-163/MS obrigam a operações pare-e-siga
05/11/2018 - 13:24   Cuidados com as pistas da BR-163/MS têm pare-e-siga da CCR MSVia
22/10/2018 - 07:13   Rosa Weber rebate Eduardo Bolsonaro sobre fechamento do STF
 
 


















Itapora Agora - Onde a Noticia Acontece

(67) 98186-1999 - Mande um whats!