Contato: (67) 98186-1999 - Mande um whats!
Home | Notícias | Fotos | Vídeos | Anúncie | Contato

Terça-feira, 15 de Janeiro de 2019





Índice de avaliação nas rodovias de MS obtém melhora de até 4% na qualidade
Período analisado é relativo aos anos de 2016 e 2018 em todo país


09 de Outubro de 2018 - 15:40           principal  |  imprimir - Enviar Materia

 

Índice de avaliação nas rodovias de MS obtém melhora de até 4% na qualidade

 
 
Nesta quarta-feira (10), o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), divulga um estudo realizado entre os anos de 2016 e 2018, que avalia as condições das rodovias federais pavimentadas em todo Brasil.

A metodologia utilizada é o Índice de Condição da Manutenção (ICM), o qual mensura a qualidade das rodovias sob responsabilidade da autarquia. Mato Grosso do Sul conta com 3 mil quilômetros de vias federais. 

Preliminarmente, o DNIT informou que o percentual de trechos ruins diminuiu de 12% para 8%; a malha regular aumentou de 21% para 24% e a parte considerada boa permaneceu em 53% nas duas avaliações.

CRITÉRIO DE AVALIAÇÃO

Os critérios para avaliação do pavimento levam em consideração a ocorrência e frequência de defeitos no pavimento. Já, os critérios para avaliação da conservação, levam em consideração a situação da roçada (altura da vegetação), da drenagem (dispositivos superficiais) e da sinalização (elementos verticais e horizontais). 

O ICM é obtido a partir da soma do índice do pavimento, que tem maior peso (70%), com o índice da conservação. Se o ICM é menor do que 30, a rodovia apresenta Bom estado de manutenção e requer apenas serviços de conserva rotineira. Se o valor do ICM  estiver entre 30 e 50, a rodovia apresenta situação Regular e requer serviços de conserva leve.

 Se o ICM estiver entre 50 e 70, a rodovia está em estado Ruim de manutenção e requer serviços de conserva pesada – nível 1. Se o ICM for maior que 70, a rodovia é considerada em estado Péssimo, o que requer serviços de conserva pesada nível 2 (mais profunda).



Correio do Estado










Plantão

.
15/01/2019 - 20:24   Homem é executado com 13 tiros enquanto esperava conserto de veículo
15/01/2019 - 20:22   Interno do semiaberto de Dourados é morto em briga de facções
15/01/2019 - 20:07   Radar flagra Porsche a 113 km por hora nos altos da Afonso Pena
15/01/2019 - 20:04   Suspeito de matar merendeira no Caiobá tem prisão preventiva decretada
15/01/2019 - 20:00   Motorista de bitrem descreve “cena de horror´ em acidente com ônibus
15/01/2019 - 19:57   Governo diz não ter sido notificado de decisão que obriga a retomar concurso da polícia civil
15/01/2019 - 19:56   Bombeiros Militar em Dourados atende ocorrência de pessoa desaparecida
15/01/2019 - 18:49   Com decreto, pessoas acima de 25 anos podem ter até 4 armas de fogo
15/01/2019 - 17:00   Identificado motorista que morreu em acidente entre ônibus e bitrem
15/01/2019 - 17:00   Macri e Bolsonaro devem discutir amanhã Mercosul e crise na Venezuela
15/01/2019 - 16:40   MP de Goiás apresenta segunda denúncia contra João de Deus
15/01/2019 - 16:20   Período de Declaração de Faturamento para MEI já começou
15/01/2019 - 16:07   Estelionatário promete comprar Fiat Siena de morador de Itaporã, e desaparece com veículo
15/01/2019 - 15:52   Cães encontram drogas em fundo falso de veículo
15/01/2019 - 15:52   Acidente entre ônibus e carreta deixa vítima fatal na BR-163
15/01/2019 - 15:50   Ação do Gaeco terminou com seis pessoas presas
15/01/2019 - 15:47   ‘Pescaria’ em Dourados rendeu mesada de R$ 30 mil, Jeep e até cirurgia plástica a investigados
15/01/2019 - 15:44   Calor de 37,7ºC faz de Aquidauana uma das cidades mais quentes do Brasil
15/01/2019 - 12:26   Amambaí: Câmara de Vereadores passará a atender em novo horário
15/01/2019 - 12:18   PMA prende pela 3ª vez pescador profissional pescando com redes com sua filha adolescente
 
 


















Itapora Agora - Onde a Noticia Acontece

(67) 98186-1999 - Mande um whats!