Contato: (67) 98186-1999 - Mande um whats!
Home | Notícias | Fotos | Vídeos | Anúncie | Contato

Terça-feira, 11 de Dezembro de 2018





Fronteira volta a ser bloqueada por caminhoneiros em protesto contra governo
É a segunda vez que o trânsito na fronteira é bloqueado, só nesta semana; o primeiro protesto começou no dia 9 e durou cerca de 30 horas


12 de Janeiro de 2018 - 09:34           principal  |  imprimir - Enviar Materia

 

Fronteira volta a ser bloqueada por caminhoneiros em protesto contra governo

 
 

Caminhoneiros bolivianos voltaram a fechar a fronteira do país com o Brasil, nas cidades de Corumbá e Puerto Quijarro, no início da madrugada desta sexta-feira (12). O fluxo de veículos foi interrompido no local e a passagem de pessoas só é permitida a pé.

A manifestação, segundo informações do site Diário Corumbaense, tem como objetivo pressionar o governo de Evo Morales a revogar artigos da Lei 1.005, o Código Penal do país vizinho, que de acordo com os manifestantes, afetam diretamente o setor de transportes.

Protestos estão sendo realizados nas principais cidades do país e nas fronteiras. Ainda de acordo com o site, entidades estudantis e civis organizadas prometem também paralisar a cidade de Santa Cruz de la Sierra. Representantes dos sindicatos dos taxistas, mototaxistas e da Associação de Blocos Carnavalescos, também podem aderir ao protesto.

Esta é a segunda vez que o trânsito na fronteira é bloqueado, só nesta semana. O primeiro protesto aconteceu na primeira hora da última terça-feira (9) e durou cerca de 30 horas, voltando ao normal somente na tarde do dia seguinte.

Na ocasião, Angél Saavedra, presidente da Associação de Transporte Pesado de Arroyo Concepción (distrito fronteiriço de Puerto Quijarro), defendeu que a nova legislação aumenta, por exemplo, as sanções por homicídio culposo durante condução de veículo, além de prever o ressarcimento de danos e outras providências. Não previsão para liberação do tráfego de veículos no local.











Plantão

.
10/12/2018 - 16:52   Vereadores prometem manter obstrução até cancelamento de eleição ser avaliado
10/12/2018 - 16:51   Moro diz que não cabe a ele dar explicações sobre relatório do Coaf
10/12/2018 - 16:49   Polícia apreende mais de meia tonelada de maconha
10/12/2018 - 16:43   Bolsonaro e Mourão são diplomados no TSE
10/12/2018 - 16:41   Incêndio atinge hotel no Centro de Campo Grande
10/12/2018 - 15:39   AO VIVO: Assista a diplomação do presidente eleito, Jair Bolsonaro
10/12/2018 - 15:21   APAE de Itaporã realiza nos próximos dias 11 e 12 ´Cantada de Natal e visita empresas
10/12/2018 - 15:20   MS é escolhido para monitorar uniformização de produtos da Rede CNI
10/12/2018 - 14:43   Lourdes Struziati parabeniza o município de Itaporã pelos 65 anos
10/12/2018 - 14:00   Sistema Fiems participa de doação simbólica da campanha ´Compartilhe o Natal 2018´
10/12/2018 - 13:40   Faustão faz ‘piada’ do cabelo de ator mirim e é acusado de racismo nas redes sociais
10/12/2018 - 13:20   Governo do estado vai recapear três avenidas de Dourados
10/12/2018 - 13:00   Ministério da Saúde publica edital do Mais Médicos sem pedir revalida para formados no exterior
10/12/2018 - 11:52   CCR MSVia destaca operações pare-e-siga na BR-163/MS
10/12/2018 - 11:20   Serviços e emissão de CNH estão fora do ar e não há previsão de retorno em MS
10/12/2018 - 11:17   Enteado furta carro de padrasto e veículo é encontrado queimado em Campo Grande
10/12/2018 - 11:15   Jovem de 26 anos morre dois dias após ser atropelado na BR-163
10/12/2018 - 11:08   Carros batem de frente e quatro pessoas ficam feridas na BR-267
10/12/2018 - 11:06   Proinf possibilita investimento acima de R$ 2,5 bilhões em todo o Brasil
10/12/2018 - 11:01   Caminhão é preso na BR-163, com 275 mil maços de cigarros
 
 


















Itapora Agora - Onde a Noticia Acontece

(67) 98186-1999 - Mande um whats!