Home | Notícias | Fotos | Vídeos | Anúncie | Contato

Sexta-feira, 19 de Janeiro de 2018





Fronteira volta a ser bloqueada por caminhoneiros em protesto contra governo
É a segunda vez que o trânsito na fronteira é bloqueado, só nesta semana; o primeiro protesto começou no dia 9 e durou cerca de 30 horas


12 de Janeiro de 2018 - 09:34           principal  |  imprimir - Enviar Materia

 

Fronteira volta a ser bloqueada por caminhoneiros em protesto contra governo

 
 

Caminhoneiros bolivianos voltaram a fechar a fronteira do país com o Brasil, nas cidades de Corumbá e Puerto Quijarro, no início da madrugada desta sexta-feira (12). O fluxo de veículos foi interrompido no local e a passagem de pessoas só é permitida a pé.

A manifestação, segundo informações do site Diário Corumbaense, tem como objetivo pressionar o governo de Evo Morales a revogar artigos da Lei 1.005, o Código Penal do país vizinho, que de acordo com os manifestantes, afetam diretamente o setor de transportes.

Protestos estão sendo realizados nas principais cidades do país e nas fronteiras. Ainda de acordo com o site, entidades estudantis e civis organizadas prometem também paralisar a cidade de Santa Cruz de la Sierra. Representantes dos sindicatos dos taxistas, mototaxistas e da Associação de Blocos Carnavalescos, também podem aderir ao protesto.

Esta é a segunda vez que o trânsito na fronteira é bloqueado, só nesta semana. O primeiro protesto aconteceu na primeira hora da última terça-feira (9) e durou cerca de 30 horas, voltando ao normal somente na tarde do dia seguinte.

Na ocasião, Angél Saavedra, presidente da Associação de Transporte Pesado de Arroyo Concepción (distrito fronteiriço de Puerto Quijarro), defendeu que a nova legislação aumenta, por exemplo, as sanções por homicídio culposo durante condução de veículo, além de prever o ressarcimento de danos e outras providências. Não previsão para liberação do tráfego de veículos no local.











Plantão

.
18/01/2018 - 19:46   HU-UFGD abre inscrições para seleção simplificada de 21 médicos
18/01/2018 - 19:34   Chuva inunda entrada de túnel em Dourados, água alcança 2m de altura
18/01/2018 - 17:06   Coordenadora de Imunização de Itaporã orienta sobre vacinação contra febre amarela
18/01/2018 - 15:06   Durante Buscas e Apreensão , policia encontra objetos roubados de uma relojoaria em Itaporã
18/01/2018 - 10:20   MPE denuncia por improbidade desembargadora de MS que teve filho preso por tráfico
18/01/2018 - 10:10   Sejusp prepara abertura de concurso para a Coordenadoria-Geral de Perícias
18/01/2018 - 10:00   Como recuperar a senha do Enem 2017
18/01/2018 - 09:50   Empresa de celulose oferece 34 vagas para trabalho no setor florestal
18/01/2018 - 09:40   Justiça nega mais um recurso de Cristiane Brasil
18/01/2018 - 09:30   Ministério da Indústria regulamenta trabalho à distância de funcionários da pasta
18/01/2018 - 09:20   Inmet coloca Capital e 31 municípios em alerta devido a risco de tempestade
18/01/2018 - 09:10   Cai percepção de piora da economia entre comerciantes
18/01/2018 - 09:07   CAARAPÓ: Inscrições para 99 vagas em prefeitura se encerram nesta sexta-feira
18/01/2018 - 09:05   Botijão de gás de cozinha ficará 5% mais barato nas refinarias a partir desta sexta
18/01/2018 - 09:00   Pelo menos 65 pessoas foram assassinadas em conflitos no campo em 2017, diz Pastoral da Terra
18/01/2018 - 08:58   CNH Digital já está disponível em Mato Grosso do Sul
18/01/2018 - 08:52   Mega-Sena, concurso 2.005: ninguém acerta, e prêmio vai a R$ 15 milhões
18/01/2018 - 08:40   Governo Municipal entrega certificados de vários cursos profissionalizantes
18/01/2018 - 08:30   Febraban diz que avalia medidas para melhorar condições do cheque especial
18/01/2018 - 08:26   Sindicato Rural de Itaporã e Senar/MS realizam cursos de artes em tecido
 
 


















Itapora Agora - Onde a Noticia Acontece

(67) 8171-8561 - Mande um whats!