Contato: (67) 98186-1999 - Mande um whats!
Home | Notícias | Fotos | Vídeos | Anúncie | Contato

Terça-feira, 11 de Dezembro de 2018





Fisioterapia pélvica previne doenças e fortalece músculos



10 de Outubro de 2018 - 10:30           principal  |  imprimir - Enviar Materia

 

 
 

Você já ouviu falar em fisioterapia pélvica? É uma especialidade da fisioterapia responsável por fortalecer o assoalho pélvico, evitando problemas causados pela perda de força naquela região, como incontinência urinária. Mas, o que seria o assoalho pélvico?

Sabe quando a gente “prende” o bumbum, pressionado os glúteos? Se você prestar atenção, este movimento contrai outro músculo, que está na região do períneo. O períneo, por sua vez, é a área entre a vagina (ou o pênis) e o ânus. O assoalho pélvico é um músculo parecido com uma rede, responsável por sustentar os órgãos pélvicos.

Fatores de risco e problemas mais frequentes

É comum ouvir relatos – especialmente de grávidas ou idosos – de escape de xixi quando a pessoa espirra, ou tosse. Este é um dos problemas mais comuns do enfraquecimento da musculatura pélvica. Além disso, há o risco de queda de bexiga, queda de útero (quando os órgãos caem do lugar natural e ficam muito próximos à vagina). Nos homens, as disfunções causadas por distúrbios no assoalho pélvico envolvem também impotência sexual.

Algumas dessas disfunções vêm da falta de exercícios, enfraquecimento dos músculos, obesidade, doenças relacionadas à bexiga, de cirurgias que possam machucar os nervos da musculatura pélvica e até mesmo da gravidez ou do parto. Um outro sintoma característico da falta de força na pelve é quando vamos ao banheiro muito mais vezes que o colega ao lado numa tarde de trabalho, por exemplo. Aquela sensação de não conseguir segurar o xixi e de que a bexiga está sempre cheia. Se você passa por isso, procure um especialista.

Mulheres e a fisioterapia pélvica: uma parceria para sempre

Durante a gravidez, à medida que o bebê cresce, vai sobrecarregando a musculatura da pelve. Com isso, a bexiga, coitada, vai ficando cada vez mais apertada, e menos resistente. Por isso fazemos xixi com tanta frequência quando estamos gestando. A fisioterapia pélvica ensina exercícios de fortalecimento e prevenção. Com o assoalho pélvico mais forte, a chance de ter bexiga baixa ou até uma laceração no parto vaginal é bem menor.

Outro momento da vida em que este tipo de fisioterapia é essencial é na menopausa. A redução do nível de hormônios na menopausa diminui o tônus muscular e pode provocar incontinência urinária.

A importância do especialista

Mas antes de sair por aí fazendo exercícios aleatórios e que prometem milagres, tenha muito cuidado. Somente um especialista pode avaliar as necessidades de cada pessoa e, a depender do problema, indicar os exercícios adequados. No caso de incontinência urinária, por exemplo, é fundamental o acompanhamento fisioterapêutico. É o profissional de fisioterapia pélvica que vai indicar a frequência, força e tipo do exercício que você deve fazer.

E, olha, não basta ir a uma sessão, achar que aprendeu tudo, e não voltar mais. O profissional vai ensinar exercícios que podem ser feitos fora do consultório, mas vai também verificar a necessidade de realização de movimentos diferentes, a depender da evolução (ou não) do paciente.











Plantão

.
10/12/2018 - 16:52   Vereadores prometem manter obstrução até cancelamento de eleição ser avaliado
10/12/2018 - 16:51   Moro diz que não cabe a ele dar explicações sobre relatório do Coaf
10/12/2018 - 16:49   Polícia apreende mais de meia tonelada de maconha
10/12/2018 - 16:43   Bolsonaro e Mourão são diplomados no TSE
10/12/2018 - 16:41   Incêndio atinge hotel no Centro de Campo Grande
10/12/2018 - 15:39   AO VIVO: Assista a diplomação do presidente eleito, Jair Bolsonaro
10/12/2018 - 15:21   APAE de Itaporã realiza nos próximos dias 11 e 12 ´Cantada de Natal e visita empresas
10/12/2018 - 15:20   MS é escolhido para monitorar uniformização de produtos da Rede CNI
10/12/2018 - 14:43   Lourdes Struziati parabeniza o município de Itaporã pelos 65 anos
10/12/2018 - 14:00   Sistema Fiems participa de doação simbólica da campanha ´Compartilhe o Natal 2018´
10/12/2018 - 13:40   Faustão faz ‘piada’ do cabelo de ator mirim e é acusado de racismo nas redes sociais
10/12/2018 - 13:20   Governo do estado vai recapear três avenidas de Dourados
10/12/2018 - 13:00   Ministério da Saúde publica edital do Mais Médicos sem pedir revalida para formados no exterior
10/12/2018 - 11:52   CCR MSVia destaca operações pare-e-siga na BR-163/MS
10/12/2018 - 11:20   Serviços e emissão de CNH estão fora do ar e não há previsão de retorno em MS
10/12/2018 - 11:17   Enteado furta carro de padrasto e veículo é encontrado queimado em Campo Grande
10/12/2018 - 11:15   Jovem de 26 anos morre dois dias após ser atropelado na BR-163
10/12/2018 - 11:08   Carros batem de frente e quatro pessoas ficam feridas na BR-267
10/12/2018 - 11:06   Proinf possibilita investimento acima de R$ 2,5 bilhões em todo o Brasil
10/12/2018 - 11:01   Caminhão é preso na BR-163, com 275 mil maços de cigarros
 
 


















Itapora Agora - Onde a Noticia Acontece

(67) 98186-1999 - Mande um whats!