Contato: (67) 98186-1999 - Mande um whats!
Home | Notícias | Fotos | Vídeos | Anúncie | Contato

Terça-feira, 20 de Novembro de 2018





Estado consolida vocação agro e produz 40,5% mais
Em 2017, produção foi de 19,2 mi de toneladas em MS


14 de Setembro de 2018 - 09:50           principal  |  imprimir - Enviar Materia

 

Estado consolida vocação agro e produz 40,5% mais

 
 
Com o título de terceiro maior produtor de milho do País e o quinto de soja, Mato Grosso do Sul consolidou no ano passado a vocação agrícola, com sucessivos recordes de produção em grãos que somou 19,2 milhões de toneladas, alta de 40,5% diante de 2016.

A área total plantada chegou a 5,2 milhões de hectares em 2017, um aumento de 7,8% em relação ao ano anterior. Os dados são da Pesquisa Agrícola Municipal 2017 (PAM) divulgada ontem pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE). 

De acordo com o levantamento, as lavouras de MS foram beneficiadas pelas excelentes condições climáticas observadas ao longo do ano. O aumento da área e os ganhos de produtividade proporcionaram recorde de produção de várias culturas, com destaque para a soja e o milho, que cresceram 23,9% e 62,9%, respectivamente. Vale ressaltar que foi um ano de recuperação da agricultura, após grandes perdas ocorridas em 2016, em decorrência de problemas climáticos.

No entanto, o rendimento dos produtores foi 0,7% menor em 2017. Segundo o IBGE, o valor da produção ficou em R$ 15,2 milhões, ou seja, menos R$ 105 mil, interrompendo um crescimento no valor da produção da safra, que já durava sete anos. 

Os técnicos do IBGE ressaltaram que houve recuo de 13,4% no valor da produção do milho, de 12% na cana-de-açúcar e de 28% no trigo. Apesar da redução no valor da produção, a agricultura teve grande destaque em 2017. As safras recorde de soja e milho proporcionaram a exportação de grandes volumes, ajudando a equilibrar o saldo da balança comercial brasileira. 



 Correio do Estado










Plantão

.
20/11/2018 - 22:05   Alexandre Mantovani é eleito presidente da OAB em Dourados
20/11/2018 - 21:54   Futuro ministro da saúde Mandetta diz que ´Mais Médico´ parecia convênio entre Cuba e PT
20/11/2018 - 16:43   João Batista de Camargo é reconduzido à Presidência do Sindical
20/11/2018 - 15:05   Vereadora Marlei do Hospital sugere instalação de cestos ecológicos em bocas de lobo
20/11/2018 - 12:12   Repórter da Globo, Fabíola Andrade nega assédio e diz que colega a procurou
20/11/2018 - 12:10   Por que os meninos adolescentes precisam de um especialista
20/11/2018 - 12:07   Homem que energizou cerca onde menor morreu é preso em flagrante por homicídio
20/11/2018 - 12:07   Pare-e-siga da CCR MSVia auxilia execução de serviços na BR-163/MS
20/11/2018 - 11:58   Na reta final para o desligamento do sinal analógico, Seja Digital reforça ações em Dourados e região
20/11/2018 - 11:53   Senai de Corumbá oferece especialização técnica em segurança do trabalho para a construção civil
20/11/2018 - 10:25   Adolescente de 16 anos, com várias passagens pela polícia é encontrado morto em Itaporã
20/11/2018 - 09:44   URGENTE: Corpo é encontrado às margens de estrada em Itaporã
20/11/2018 - 09:41   Em Dourados, adolescente morre ao tocar em cerca elétrica na aldeia Bororó
20/11/2018 - 09:37   Sobrinho de prefeito de MS é sequestrado e executado no Paraguai
20/11/2018 - 08:40   Brasil encara Camarões em último amistoso do ano
20/11/2018 - 08:30   URGÊNCIA Senadores tentam votar projeto que enfraquece a Lei da Ficha Limpa
20/11/2018 - 08:20   Programa Mais Médicos oferece 8.517 vagas a partir de quarta-feira
20/11/2018 - 08:01   Nasce no Rio o pequeno Rael, filho de Isis Valverde e André Resende
20/11/2018 - 08:00   Estudantes têm até sexta-feira para renovar contrato do Fies
20/11/2018 - 07:50   Motorista briga em tabacaria, foge, bate em 4 carros, mas acaba solta
 
 


















Itapora Agora - Onde a Noticia Acontece

(67) 98186-1999 - Mande um whats!