Contato: (67) 98186-1999 - Mande um whats!
Home | Notícias | Fotos | Vídeos | Anúncie | Contato

Sábado, 18 de Agosto de 2018





Contabilidade do PCC era feita por esposa do líder da facção



12 de Junho de 2018 - 13:51           principal  |  imprimir - Enviar Materia

 

Tânia Cristina Lima de Moura, 46, era quem fazia a contabilidade da facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital) em Campo Grande, segundo a Polícia Militar. Ela acabou presa nesta terça-feira (12/6) durante a Operação Paiol, desencadeada por policiais militares do Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais), Choque e Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado).

De acordo com o jornal Correio do Estado, a suspeita é esposa de "Tio Arantes", um dos nomes fortes da facção. 

Na casa onde morava, a polícia encontrou comprovantes de movimentação bancária.

Na Capital, foram cumpridos segundo o Correio do Estado, sete mandados, sendo três de prisão e quatro de busca e apreensão. Em todos os municípios onde ocorre a ação, os policiais cumprem 27 mandados de prisão preventiva e 12 de busca e apreensão

Além de Tânia, o agente penitenciário Adilson Brum Weis também foi preso sob suspeita de repassar informações e dar privilégios à integrantes da organização criminosa dentro dos presídios. Com ele, a polícia encontrou também munições de calibre restrito, acarretando na prisão em flagrante.

O terceiro preso foi Elvis Alves Ferreira, de 25 anos. Ele era operador do tráfico de drogas da facção. Em sua casa, os policiais encontraram droga e além do mandado de prisão da operação, também foi preso em flagrante por tráfico.

Durante a ação, foram apreendidos documentos, munições, armas de fogo, celulares e droga com os três presos da Capital. Todo material será repassado ao Ministério Público Estadual (MPE) que fará perícia para novos desdobramentos da operação.











Plantão

.
18/08/2018 - 11:25   Itaporã 1490 crianças devem serem vacinadas contra poliomielite e Sarampo
18/08/2018 - 09:54   Mayra Cardi doa cachorro e é criticada na web: "Lixo de pessoa"
18/08/2018 - 09:53   Feira de Aprendizagem estimula abertura de vagas de emprego
18/08/2018 - 09:51   Delegado aguarda laudo para saber se bebê internado no HU foi agredido
18/08/2018 - 09:50   Bandidos invadem loja de departamento em shopping
18/08/2018 - 09:49   Justiça manda sindicato manter 2/3 de professores em sala sob pena de multa diária de R$ 50 mil
18/08/2018 - 09:48   Questionamentos à candidatura de Lula serão redistribuídos no TSE
18/08/2018 - 09:47   Motoboy paraguaio é executado em Ponta Porã
18/08/2018 - 09:46   MPE pede bloqueio de bens de ex-prefeito de Rio Brilhante
18/08/2018 - 09:44   PM apreende carga de cigarros e volume de apreensões bate recorde no ano
18/08/2018 - 09:44   Dólar sobe e termina a semana acima de R$ 3,90
18/08/2018 - 09:42   TSE nega novo pedido de Lula para participar de debate na TV
18/08/2018 - 09:41   Seguradora lança programa de emprego para beneficiários do DPVAT
18/08/2018 - 09:34   Acesso à MS-228 entre Lampião Aceso e MS-184 é liberado parcialmente
18/08/2018 - 09:33   Capacitação para quem atuará no Enem em MS acontece amanhã
18/08/2018 - 09:32   Comitê da ONU pede que Lula participe de eleição
18/08/2018 - 09:31   Realidade aumentada é alternativa para aumentar produtividade do trabalhador
18/08/2018 - 09:27   Cassems aparece no ranking das melhores e maiores empresa do Brasil pelo 10º ano consecutivo
18/08/2018 - 09:25   Giovanna Ewbank exibe bumbum e impressiona fãs com biquíni cavado
18/08/2018 - 09:24   Mega-Sena pode pagar prêmio de R$ 23 milhões
 
 


















Itapora Agora - Onde a Noticia Acontece

(67) 98186-1999 - Mande um whats!