Home | Notícias | Fotos | Vídeos | Anúncie | Contato

Quinta-feira, 19 de Outubro de 2017





Cartão Reforma deve beneficiar pelo menos 345 famílias na Capital
Programa visa a melhoria das condições de moradia de famílias de baixa renda


16 de Junho de 2017 - 09:00           principal  |  imprimir - Enviar Materia

 

niciativa subsidiará compra de materiais de construção e assistência técnica - Foto: Paulo Ribas/Correio do Estado

 
 
O Ministério das Cidades destinará aporte financeiro de R$ 2 milhões a Campo Grande para aplicação no programa Cartão Reforma, iniciativa do governo federal que busca melhorar as condições de moradias de famílias de baixa renda. 

O cadastro dos candidatos ao benefício será feito pela Agência Municipal de Habitação (Emha), entretanto, a aprovação é exclusiva do sistema elaborado pela União, que considera, entre outros requisitos, a situação legal e a estrutura do imóvel, bem como renda e composição familiar.

O governo do Estado pretende incrementar os valores, ampliando o número de beneficiados. A expectativa é de que aproximadamente 345 famílias sejam beneficiadas pelo programa – o número pode aumentar caso o Estado dê contrapartida.

A iniciativa subsidiará a compra de materiais de construção e assistência técnica de profissionais da área de construção civil para reforma e ampliação das unidades habitacionais, desde que os valores não sejam menores do que R$ 2 mil e maiores do que R$ 9 mil.

Por outro lado, cabe ao beneficiário custear a mão de obra, equipamentos e ferramentas necessários para a execução da obra.

Além disso, os critérios permitem apenas serviços como soluções de esgoto, construção do primeiro banheiro, construção de um quarto, reforma do telhado e conclusão da casa. A implantação de piscinas ou áreas de lazer, por exemplo, está vetada.










Plantão

.
18/10/2017 - 14:26   Polícia investiga se dentista e empresário falsificaram atestados para encobrir crimes
18/10/2017 - 14:22   Cena da morte de Irene em ´A força do Querer´ bomba nas redes sociais
18/10/2017 - 14:19   Delegado diz que carta deixada por pai que matou filha não tem relação com o crime
18/10/2017 - 14:16   Campanha de doação de brinquedos "Compartilhe o Natal" é lançada amanhã
18/10/2017 - 14:15   Presos deverão pagar pela própria tornozeleira eletrônica
18/10/2017 - 14:13   Brasil conquista quatro ouros em olimpíada de astronomia e astronáutica
18/10/2017 - 14:12   PSB destitui líder pró-Temer e oposicionista assume bancada
18/10/2017 - 09:27   Ninguém acerta as seis dezenas e prêmio da Mega-Sena vai a R$ 4 milhões
18/10/2017 - 08:20   Pela 2ª vez no ano, governo autoriza reajuste nas tarifas postais dos Correios
18/10/2017 - 08:00   Pais tentam mobilizar cidade no interior por cirurgia de bebê
18/10/2017 - 08:00   Robozão da Gazin foi a atração principal nesta terça-feira em Itaporã
18/10/2017 - 07:30   Famílias de vítimas de voo da Chapecoense querem barrar estreia de documentário
18/10/2017 - 07:29   Nova diretoria do Simted de Itaporã toma posse no dia 28 de outubro
18/10/2017 - 07:28   Confusão por R$ 50 termina com homem esfaqueado em residência
18/10/2017 - 07:27   Grupo francês pode ter encontrado causa anatômica para a dislexia
18/10/2017 - 07:20   Falta de fiscalização aumenta risco de acidente nas estaduais
18/10/2017 - 07:19   Jovem sobrevive após levar pauladas, tiros, e ser enterrado com vida
18/10/2017 - 07:16   MS terá orçamento de R$ 14,4 bilhões em 2018
18/10/2017 - 07:15   Quarta-feira tem calor de 38ºC e pode chover à tarde em MS
18/10/2017 - 07:02   Odilon e Nelsinho seriam hoje os senadores eleitos por MS
 
 


















Itapora Agora - Onde a Noticia Acontece

(67) 8171-8561 - Mande um whats!