Contato: (67) 98186-1999 - Mande um whats!
Home | Notícias | Fotos | Vídeos | Anúncie | Contato

Sábado, 18 de Agosto de 2018





Cármen Lúcia diz que sem imprensa livre, Justiça não funciona bem



11 de Junho de 2018 - 18:38           principal  |  imprimir - Enviar Materia

 

A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, defendeu hoje (11) a liberdade de expressão nos meios de comunicação e disse que "sem a imprensa livre, a Justiça não funciona bem, o Estado não funciona bem".

O Fórum Brasileiro sobre Liberdade de Imprensa do Conselho Nacional de Justiça  (CNJ) promove, hoje, o Seminário “30 anos sem censura: A Constituição de 1988 e a Liberdade de Imprensa. A presidente do STF e do CNJ, ministra Cármen Lúcia.

A ministra participou da abertura de um seminário, em Brasília, sobre os 30 anos da promulgação da Constituição de 1988, que impediu à censura prévia da imprensa, após anos de regime de ditadura militar. O tema foi "“30 anos sem censura: a Constituição de 1988 e a liberdade de imprensa”, promovida pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) na sede do STF, em Brasília. 

"Em 30 anos de vigência da Constituição, a mídia é outra, o poder é outro, a sociedade é outra, porque tudo muda. Mas, a Constituição, precisa de ser reinterpretada para se manter viva e coerente com as necessidades do povo brasileiro, da cidadania brasileira", completou a ministra. 

Com vários paineis realizados durante o dia, o seminário discutiu a censura judicial à liberdade de imprensa, os processo de indenização por danos morais, o surgimento das fake news como arma de desinformação e o uso de robôs nas redes sociais como ameaças ao direito de informação da sociedade e ao exercício do jornalismo.












Plantão

.
18/08/2018 - 11:25   Itaporã 1490 crianças devem serem vacinadas contra poliomielite e Sarampo
18/08/2018 - 09:54   Mayra Cardi doa cachorro e é criticada na web: "Lixo de pessoa"
18/08/2018 - 09:53   Feira de Aprendizagem estimula abertura de vagas de emprego
18/08/2018 - 09:51   Delegado aguarda laudo para saber se bebê internado no HU foi agredido
18/08/2018 - 09:50   Bandidos invadem loja de departamento em shopping
18/08/2018 - 09:49   Justiça manda sindicato manter 2/3 de professores em sala sob pena de multa diária de R$ 50 mil
18/08/2018 - 09:48   Questionamentos à candidatura de Lula serão redistribuídos no TSE
18/08/2018 - 09:47   Motoboy paraguaio é executado em Ponta Porã
18/08/2018 - 09:46   MPE pede bloqueio de bens de ex-prefeito de Rio Brilhante
18/08/2018 - 09:44   PM apreende carga de cigarros e volume de apreensões bate recorde no ano
18/08/2018 - 09:44   Dólar sobe e termina a semana acima de R$ 3,90
18/08/2018 - 09:42   TSE nega novo pedido de Lula para participar de debate na TV
18/08/2018 - 09:41   Seguradora lança programa de emprego para beneficiários do DPVAT
18/08/2018 - 09:34   Acesso à MS-228 entre Lampião Aceso e MS-184 é liberado parcialmente
18/08/2018 - 09:33   Capacitação para quem atuará no Enem em MS acontece amanhã
18/08/2018 - 09:32   Comitê da ONU pede que Lula participe de eleição
18/08/2018 - 09:31   Realidade aumentada é alternativa para aumentar produtividade do trabalhador
18/08/2018 - 09:27   Cassems aparece no ranking das melhores e maiores empresa do Brasil pelo 10º ano consecutivo
18/08/2018 - 09:25   Giovanna Ewbank exibe bumbum e impressiona fãs com biquíni cavado
18/08/2018 - 09:24   Mega-Sena pode pagar prêmio de R$ 23 milhões
 
 


















Itapora Agora - Onde a Noticia Acontece

(67) 98186-1999 - Mande um whats!