Contato: (67) 98186-1999 - Mande um whats!
Home | Notícias | Fotos | Vídeos | Anúncie | Contato

Terça-feira, 20 de Novembro de 2018





Caça às baleias pode ser autorizada 32 anos após proibição
Votação ocorre nesta quinta (13) em Florianópolis


14 de Setembro de 2018 - 12:13           principal  |  imprimir - Enviar Materia

 

Caça às baleias pode ser autorizada 32 anos após proibição

 
 
Após 32 anos de proibição, a caça às baleias pode ser autorizada. Acontece nesta quinta (13) na Comissão Internacional das Baleias decisão sobre o possível retorno da prática de caça as baleias.

O ato que foi proibido em 1986 por conta da iminência de extinção de várias espécies devido a pesca industrial predatória, está recebendo apoio do Japão para sua liberação. O país usa a desculpa de querer estudar as ameaças que esses animais sofrem em seus habitat e argumenta que é necessário a captura delas para a realização da investigação.

Mas o que acontece na verdade é a comercialização das carnes dos animais estudados. A instituição é composto por 88 países e está na sua 67º região anual, que acontece neste ano em Florianópolis, Santa Catarina. A ideia da liberação visa viabilizar a comercialização da carne, óleo e gordura do animal.

SAIBA MAIS
Semana termina com chuva e tempestades podem ocorrer em…

07h08 - 14/09/2018
Bombeiro prende médico em UPA que se recusou a receber…

07h01 - 14/09/2018
Com pegada rústica, Burger Fest MS traz hambúrgueres do…

07h00 - 14/09/2018
Outro argumento utilizado é atender a demanda alimentar de comunidades isoladas do Alasca, Groenlândia e Rússia. Segundo o site Exame, as baleias são animais inteligentes e que possuem estruturas sociais. A morte de um integrante dessa estrutura pode afetar toda a biodiversidade marinha.

Para ser aprovada, a proposta precisa receber o apoio de 75% países da comissão.










Plantão

.
20/11/2018 - 22:05   Alexandre Mantovani é eleito presidente da OAB em Dourados
20/11/2018 - 21:54   Futuro ministro da saúde Mandetta diz que ´Mais Médico´ parecia convênio entre Cuba e PT
20/11/2018 - 16:43   João Batista de Camargo é reconduzido à Presidência do Sindical
20/11/2018 - 15:05   Vereadora Marlei do Hospital sugere instalação de cestos ecológicos em bocas de lobo
20/11/2018 - 12:12   Repórter da Globo, Fabíola Andrade nega assédio e diz que colega a procurou
20/11/2018 - 12:10   Por que os meninos adolescentes precisam de um especialista
20/11/2018 - 12:07   Homem que energizou cerca onde menor morreu é preso em flagrante por homicídio
20/11/2018 - 12:07   Pare-e-siga da CCR MSVia auxilia execução de serviços na BR-163/MS
20/11/2018 - 11:58   Na reta final para o desligamento do sinal analógico, Seja Digital reforça ações em Dourados e região
20/11/2018 - 11:53   Senai de Corumbá oferece especialização técnica em segurança do trabalho para a construção civil
20/11/2018 - 10:25   Adolescente de 16 anos, com várias passagens pela polícia é encontrado morto em Itaporã
20/11/2018 - 09:44   URGENTE: Corpo é encontrado às margens de estrada em Itaporã
20/11/2018 - 09:41   Em Dourados, adolescente morre ao tocar em cerca elétrica na aldeia Bororó
20/11/2018 - 09:37   Sobrinho de prefeito de MS é sequestrado e executado no Paraguai
20/11/2018 - 08:40   Brasil encara Camarões em último amistoso do ano
20/11/2018 - 08:30   URGÊNCIA Senadores tentam votar projeto que enfraquece a Lei da Ficha Limpa
20/11/2018 - 08:20   Programa Mais Médicos oferece 8.517 vagas a partir de quarta-feira
20/11/2018 - 08:01   Nasce no Rio o pequeno Rael, filho de Isis Valverde e André Resende
20/11/2018 - 08:00   Estudantes têm até sexta-feira para renovar contrato do Fies
20/11/2018 - 07:50   Motorista briga em tabacaria, foge, bate em 4 carros, mas acaba solta
 
 


















Itapora Agora - Onde a Noticia Acontece

(67) 98186-1999 - Mande um whats!