Contato: (67) 98186-1999 - Mande um whats!
Home | Notícias | Fotos | Vídeos | Anúncie | Contato

Terça-feira, 17 de Julho de 2018





UFN3 deverá ser retomada em março ao custo de R$ 2 bilhões
Com 80% das obras concluídas, valor seria necessário para colocar fábrica em operação


12 de Outubro de 2017 - 08:41           principal  |  imprimir - Enviar Materia

 

 
 

As obras da Fábrica de Fertilizantes Nitrogenados  da Petrobras em Mato Grosso do Sul, abandonadas há três anos, devem ser retomadas até março do próximo ano e deverão custar, ao novo comprador, um investimento extra de R$ 2 bilhões para concluir o projeto. A construção parou em dezembro de 2014, quando a estatal rompeu contrato com o consórcio até então responsável, composto pelas empresas Galvão Engenharia – denunciada na Lava-Jato – e Sinopec.

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Econômico de Três Lagoas, Antônio Luiz Teixeira Empke Júnior, a expectativa é que tanto a conclusão do processo de venda quanto a retomada efetiva da construção corram no primeiro trimestre do próximo ano. “Está sendo feito todo um planejamento estratégico para essa venda. Então, a nossa expectativa é que até março ocorra a retomada da obra. Está sendo feito um planejamento estratégico para que a venda e retomada se concretize”, destacou.

No entanto, os quase três anos de paralisação aumentaram o custo do projeto. Quando paralisada, estimava-se que a obra, com 80,95% do projeto executado, havia consumido em torno de R$ 3 bilhões – dos R$ 3,2 bilhões previstos inicialmente. Agora, explicou o secretário,  serão necessários mais R$ 2 bilhões para concluir o projeto. “É um levantamento primário que fizeram, apontando que precisariam de mais R$ 2 bilhões para concluir a obra. Pode ser que este valor aumente. Muito do que foi feito na obra, por conta do desgaste natural, vai ter que ser refeito, destruído ou trocado por novo”, destacou. Quando paralisada, a estimativa é que seriam necessários R$ 700 milhões para a construção. 

Reportagem completa está na edição de hoje do Correio do Estado.











Plantão

.
16/07/2018 - 15:00   Fronteira: Assaltantes em veículos brasileiros roubam carro forte no Paraguai
16/07/2018 - 14:56   São Gabriel do Oeste: Rifle, munições e facas são apreendidas e caçador é preso
16/07/2018 - 14:55   Suspensa resolução da ANS sobre coparticipação em planos de saúde
16/07/2018 - 14:54   Em sua 5ª edição, Batalha de Bandas abre inscrições para bandas autorais
16/07/2018 - 14:42   PMA leva conscientização ambiental durante a Feira Indígena
16/07/2018 - 14:40   Facção tentou contratar ´Lúcifer´ para matar inimigo em presídio
16/07/2018 - 14:39   Banco estatal alcança 76,8 milhões de contas poupança
16/07/2018 - 13:25   Diarista tem aparelho celular furtado enquanto fazia faxina em Itaporã
16/07/2018 - 11:57   Agentes Comunitárias de Saúde de Itaporã recebem festa em homenagens pelos 20 anos
16/07/2018 - 11:16   Menina de 11 anos é estuprada por primo após pais saírem para beber
16/07/2018 - 11:00   Morador de Rondonópolis é preso em Coronel Sapucaia com 17 kg de Maconha
16/07/2018 - 10:51   CCR MSVia informa os pontos de pare-e-siga na BR-163/MS
16/07/2018 - 10:48   Entra Vigor: Uso do eSocial passa a ser obrigatório para todas as empresas
16/07/2018 - 10:47   Consulta do saldo do PIS-Pasep com valor reajustado começa hoje
16/07/2018 - 10:45   Daniella Cicarelli exibe braços fortes e ganha elogios de seguidores
16/07/2018 - 10:44   Seleção francesa chega nesta manhã a Paris e será homenageada
16/07/2018 - 10:42   BUSCAS: Pai busca notícias sobre filho adolescente desaparecido
16/07/2018 - 10:40   Abevê realiza sorteio de veículo 0km no próximo sábado
16/07/2018 - 10:39   Pistoleiro invade residência e executa pedreiro
16/07/2018 - 10:37   Senado aprova lei de Marçal que garante tratamento das doenças raras pelo SUS
 
 


















Itapora Agora - Onde a Noticia Acontece

(67) 98186-1999 - Mande um whats!