Home | Notícias | Fotos | Vídeos | Anúncie | Contato

Quinta-feira, 19 de Outubro de 2017





Posso sair do Brasil quando e como quiser, diz Cesare Battisti
Ele foi preso em Corumbá no dia 4 deste mês


10 de Outubro de 2017 - 06:21           principal  |  imprimir - Enviar Materia

 

 
 

O italiano Cesare Battisti disse nesta segunda-feira (9) que tem liberdade para sair do Brasil quando quiser.

"Eu não tenho refúgio político. Eu sou um imigrante, com visto permanente no país. Eu posso sair desse país quando e como quero. Não tenho nenhuma restrição", afirmou ele em entrevista à TV Tribuna, afiliada da TV Globo.

Battisti foi detido na semana passada acusado de evasão de divisas ao tentar atravessar a fronteira com a Bolívia portando dólares e euros no valor equivalente a pouco mais de R$ 23 mil.

Na sexta-feira (6), o desembargador José Marcos Lunardelli, do TRF-3 (Tribunal Regional Federal da 3ª Região), concedeu um habeas corpus ao italiano, preso em Mato Grosso do Sul. Ele chegou a São Paulo no sábado (7).

A entrevista à emissora foi gravada em Cananeia (SP), cidade onde Battisti está morando. "Ia estar fugindo de quê? O país onde estou protegido é aqui", afirmou ele, negando que tivesse a intenção de fugir do país. "Não é verdade o que se fala, que eu não tinha o direito de sair do país."

A defesa do italiano já vinha afirmando que não há impedimento para que ele, na condição de refugiado, realize viagem, mesmo que seja para o exterior. Segundo os advogados, sua situação jurídica no Brasil está plenamente legalizada há quase dez anos.

"Eu tenho todo o direito de cidadão brasileiro", disse Battisti à TV. "O decreto do Lula não pode ser revogado. Depois de cinco anos acabou o prazo", afirmou.

Battisti fugiu da Itália e, em 2004, veio para o Brasil. Foi preso em 2007 e, em 2009, o STF autorizou a extradição, que foi negada pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em 2010, no último dia de seu governo.
Antes da prisão na semana passada, o Ministério da Justiça já havia encaminhado ao presidente Michel Temer um parecer no qual tratava sobre a extradição de Battisti.

Agora a Subchefia para Assuntos Jurídicos (SAJ) do Planalto está elaborando uma avaliação que deve ficar pronta na quarta-feira (11).

A partir daí, cabe a Temer tomar uma decisão sobre o caso. A expectativa é que ele delibere sobre isso logo após a entrega da análise jurídica, mas oficialmente não há prazo.

A pasta da Justiça enviou na sexta-feira (6) um parecer próprio ao Planalto, em que afirmava não haver nenhum obstáculo jurídico que impeça a extradição. É a partir desse texto que o documento da SAJ deve ser redigido.

CRONOLOGIA

O caso Battisti

Década de 1970
Envolve-se com grupos de luta armada de extrema-esquerda

Década de 1980
Foge da Itália e passa a maior parte do tempo no México. É condenado à prisão perpétua pela Justiça italiana, acusado de quatro homicídios

Década de 1990
Se exila em Paris (França), protegido por legislação do governo Mitterrand

2004
Sem Miterrand, França aprova extradição para Itália; foge em direção ao Brasil, onde vive clandestino

2007
É preso no Rio

2009
Ministério da Justiça dá a ele status de refugiado político, mas STF aprova extradição

2010
Lula, então presidente, decide pela permanência de Battisti no Brasil

2011
STF valida decisão de Lula, e Battisti é solto. Governo concede visto de permanência a ele

2015
Juíza da 20ª Vara Federal de Brasília atende a pedido do Ministério Público e determina a deportação de Battisti. A defesa recorre da decisão

2017
Na quarta (4.out), é detido em Corumbá (MS). Consegue habeas corpus na sexta (6.out)











Plantão

.
19/10/2017 - 17:36   Sanesul de Itaporã comunica que faltará água em 13 bairros nesta sexta-feira
19/10/2017 - 16:50   Itaporã: chuva chega após tempestade de Terra amenizando o calor
19/10/2017 - 14:31   Ventania derruba árvore e destrói Blazer comprada há uma semana em Dourados
19/10/2017 - 14:22   Nova série da Netflix, ´O Justiceiro´ ganha data de estreia
19/10/2017 - 14:17   Com estoque quase zerado, Hemosul necessita de sangue O positivo e negativo
19/10/2017 - 14:14   Após briga em banho de sol, lutador e Nando podem ser transferidos de presídio
19/10/2017 - 14:09   Águas Guariroba está entre as 150 melhores empresas para se trabalhar no Brasil
19/10/2017 - 14:05   Casal é detido por dar aulas de crossfit sem autorização do Conselho
19/10/2017 - 14:02   Deputados cogitam liminar para retorno dos abates em frigoríficos no Estado
19/10/2017 - 13:58   Manifestantes tentam entrar na Assembleia com faca, bebida e explodem bomba
19/10/2017 - 13:54   Corrêa garante que CPI vai entrar com liminar para retomada de abates
19/10/2017 - 13:51   Suspeito de abusos sexuais oferecia presentes para menores
19/10/2017 - 13:46   Novo trecho do macroanel rodoviário ligará saídas de Cuiabá e Rochedo
19/10/2017 - 12:59   Em Itaporã tempestade de terra deixa município em Alerta
19/10/2017 - 10:08   Batata e alface registram menores preços nas gôndolas
19/10/2017 - 10:00   Estudante de medicina é presa levando ossada para envernizar em chácara
19/10/2017 - 09:38   Jornalista é preso em flagrante depois de receber R$ 7 mil de prefeito
19/10/2017 - 09:33   Lutador que matou hóspede e Nando trocam agressões em presídio
19/10/2017 - 09:29   Ministério Público recomenda exoneração de secretário de educação
19/10/2017 - 09:23   Mobilização de trabalhadores de frigorífico chama atenção no centro da Capital
 
 


















Itapora Agora - Onde a Noticia Acontece

(67) 8171-8561 - Mande um whats!