Contato: (67) 98186-1999 - Mande um whats!
Home | Notícias | Fotos | Vídeos | Anúncie | Contato

Segunda-feira, 15 de Outubro de 2018






Warning: getimagesize(/home/agoraiii/public_html/fotos/noticias/Administrativos da educação aceitam proposta do governo e colocam fim a greve) [function.getimagesize]: failed to open stream: No such file or directory in /home/agoraiii/public_html/inc.exibe.php on line 98
Administrativos da educação aceitam proposta do governo e colocam fim a greve
Paralisação começou na terça e estava prevista até 30 de abril


14 de Abril de 2018 - 07:40           principal  |  imprimir - Enviar Materia

 

 
 

Em assembleia geral realizada nesta sexta-feira (13), trabalhadores da educação decidiram por fim a greve dos servidores administrativos. A paralisação começou na terça-feira (10) e estava prevista até dia 30 de abril. Após três dias de negociações, a categoria decidiu aceitar proposta apresentada pelo governo do Estado.

Conforme o presidente da Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul (Fetems), Jaime Teixeira, a nova proposta mantém reajuste de 3,04% (concedido a todas as categorias de servidores), auxílio alimentação de R$ 100 válido a partir deste mês, especificamente para os administrativos, e incorpora 50% do abono (R$ 100 ) a partir de outubro de 2018 e mais 50% a partir de março de 2019, sendo que essa última não será feita em caráter definitivo na tabela inicial.

“É evidentemente que a categoria queria que fossem atendidas todas as reivindicações de imediato, mas, diante da queda de braço com o governo, essa proposta representa um avanço”, considera o presidente.
Conforme Teixeira, mais de 400 trabalhadores participaram da assembleia geral, 70% votaram pela aprovação e 30% pela reprovação da proposta.

Greve definida na semana passada pela Fetems deixou alunos sem merenda e escolas sujas. A categoria levava em conta que sem o abono incorporado este ano, servidores administrativos continuariam recebendo abaixo do salário mínimo. O Estado rebatia com a afirmação de que “mesmo na tabela de salários do grupo constar para administrativo da educação em início de carreira remuneração inferior ao mínimo, nenhum servidor recebe menos que o piso nacional”, conforme nota.











Plantão

.
14/10/2018 - 18:05   Jovem é preso após furtar residência
14/10/2018 - 17:53   Criança Feliz completa 2 anos com mais de 300 mil visitas
14/10/2018 - 17:51   Violência contra mulheres impede acesso a serviços de HIV, diz ativista
14/10/2018 - 17:48   Identificados gentes que tornam a cana-de-açúcar mais resistente à seca
14/10/2018 - 17:27   Banco inicia serviço de transações financeiras por WhatsApp
14/10/2018 - 17:25   Revisão no ensino médio prevê ao menos duas formações para estudantes
14/10/2018 - 17:19   ONU alerta para retrocessos na eliminação da pena de morte no mundo
14/10/2018 - 16:54   Encerra hoje o prazo de inscrição para concurso do IFMS
14/10/2018 - 16:34   Marielle Franco será homenageada no Carnaval 2019
14/10/2018 - 16:20   Semana Nacional de Ciência e Tecnologia será nas aldeias Bororó e Jaguapiru
14/10/2018 - 15:33   PMA autua três por pesca ilegal no rio Pardo e Anhanduí
14/10/2018 - 14:25   Conab prevê safra recorde em 2018/19, com soja e milho liderando
14/10/2018 - 13:15   Em Campo Grande Jovem é baleado ao sair de boate
14/10/2018 - 11:45   Alto Comissariado da ONU condena violência durante eleições no Brasil
14/10/2018 - 11:30   Jovem é executado a tiros na frente da esposa
14/10/2018 - 10:45   Secretário-geral da FIBA morre após sofrer ataque cardíaco
14/10/2018 - 10:45   Manufaturados perdem participação nas exportações em 2018
14/10/2018 - 10:40   Ciclista sofre atropelamento e fica em estado gravíssimo
14/10/2018 - 09:15   Motorista colide de frente com carreta e morre
14/10/2018 - 08:42   Candidato agora só pode ser preso em flagrante
 
 


















Itapora Agora - Onde a Noticia Acontece

(67) 98186-1999 - Mande um whats!