Contato: (67) 98186-1999 - Mande um whats!
Home | Notícias | Fotos | Vídeos | Anúncie | Contato

Sábado, 18 de Agosto de 2018






Warning: getimagesize(/home/agoraiii/public_html/fotos/noticias/Administrativos da educação aceitam proposta do governo e colocam fim a greve) [function.getimagesize]: failed to open stream: No such file or directory in /home/agoraiii/public_html/inc.exibe.php on line 98
Administrativos da educação aceitam proposta do governo e colocam fim a greve
Paralisação começou na terça e estava prevista até 30 de abril


14 de Abril de 2018 - 07:40           principal  |  imprimir - Enviar Materia

 

 
 

Em assembleia geral realizada nesta sexta-feira (13), trabalhadores da educação decidiram por fim a greve dos servidores administrativos. A paralisação começou na terça-feira (10) e estava prevista até dia 30 de abril. Após três dias de negociações, a categoria decidiu aceitar proposta apresentada pelo governo do Estado.

Conforme o presidente da Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul (Fetems), Jaime Teixeira, a nova proposta mantém reajuste de 3,04% (concedido a todas as categorias de servidores), auxílio alimentação de R$ 100 válido a partir deste mês, especificamente para os administrativos, e incorpora 50% do abono (R$ 100 ) a partir de outubro de 2018 e mais 50% a partir de março de 2019, sendo que essa última não será feita em caráter definitivo na tabela inicial.

“É evidentemente que a categoria queria que fossem atendidas todas as reivindicações de imediato, mas, diante da queda de braço com o governo, essa proposta representa um avanço”, considera o presidente.
Conforme Teixeira, mais de 400 trabalhadores participaram da assembleia geral, 70% votaram pela aprovação e 30% pela reprovação da proposta.

Greve definida na semana passada pela Fetems deixou alunos sem merenda e escolas sujas. A categoria levava em conta que sem o abono incorporado este ano, servidores administrativos continuariam recebendo abaixo do salário mínimo. O Estado rebatia com a afirmação de que “mesmo na tabela de salários do grupo constar para administrativo da educação em início de carreira remuneração inferior ao mínimo, nenhum servidor recebe menos que o piso nacional”, conforme nota.











Plantão

.
18/08/2018 - 11:25   Itaporã 1490 crianças devem serem vacinadas contra poliomielite e Sarampo
18/08/2018 - 09:54   Mayra Cardi doa cachorro e é criticada na web: "Lixo de pessoa"
18/08/2018 - 09:53   Feira de Aprendizagem estimula abertura de vagas de emprego
18/08/2018 - 09:51   Delegado aguarda laudo para saber se bebê internado no HU foi agredido
18/08/2018 - 09:50   Bandidos invadem loja de departamento em shopping
18/08/2018 - 09:49   Justiça manda sindicato manter 2/3 de professores em sala sob pena de multa diária de R$ 50 mil
18/08/2018 - 09:48   Questionamentos à candidatura de Lula serão redistribuídos no TSE
18/08/2018 - 09:47   Motoboy paraguaio é executado em Ponta Porã
18/08/2018 - 09:46   MPE pede bloqueio de bens de ex-prefeito de Rio Brilhante
18/08/2018 - 09:44   PM apreende carga de cigarros e volume de apreensões bate recorde no ano
18/08/2018 - 09:44   Dólar sobe e termina a semana acima de R$ 3,90
18/08/2018 - 09:42   TSE nega novo pedido de Lula para participar de debate na TV
18/08/2018 - 09:41   Seguradora lança programa de emprego para beneficiários do DPVAT
18/08/2018 - 09:34   Acesso à MS-228 entre Lampião Aceso e MS-184 é liberado parcialmente
18/08/2018 - 09:33   Capacitação para quem atuará no Enem em MS acontece amanhã
18/08/2018 - 09:32   Comitê da ONU pede que Lula participe de eleição
18/08/2018 - 09:31   Realidade aumentada é alternativa para aumentar produtividade do trabalhador
18/08/2018 - 09:27   Cassems aparece no ranking das melhores e maiores empresa do Brasil pelo 10º ano consecutivo
18/08/2018 - 09:25   Giovanna Ewbank exibe bumbum e impressiona fãs com biquíni cavado
18/08/2018 - 09:24   Mega-Sena pode pagar prêmio de R$ 23 milhões
 
 


















Itapora Agora - Onde a Noticia Acontece

(67) 98186-1999 - Mande um whats!